Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

COMENTAR | CORRIGIR
LITORAL NORTE Notícia da edição impressa de 31/07/2019. Alterada em 05/08 às 03h00min

Novo complexo eólico na região deve beneficiar cinco cidades

Área irá se somar ao complexo de Osório, um dos maiores da América

Área irá se somar ao complexo de Osório, um dos maiores da América


/MARCELO G. RIBEIRO/CIDADES

Tramandaí foi sede de uma reunião de apresentação do projeto do complexo eólico da Lagoa da Fortaleza. O novo parque, com capacidade de geração de 500 megawatts (MW), abrangerá os municípios de Tramandaí, Cidreira, Balneário Pinhal, Capivari do Sul e Osório. O grupo que toca o projeto realiza há três anos estudos ambientais na região e há pelo menos seis anos monitora a estrutura dos ventos no litoral.

Segundo os profissionais Rafael Moura (Biólogo), Brites Pereira (Biólogo), Roberto Jardim (Engenheiro) e Edison Jardim (Administrador), que fizeram a apresentação do projeto, já foram promovidos encontros com a secretaria estadual do Meio Ambiente e o próximo passo será uma reunião com o governador Eduardo Leite, na qual juntamente com os prefeitos da região será solicitada a aprovação junto aos órgãos ambientais do novo parque eólico.

"O projeto inicial tem 250 torres, mas isso dependerá da potência de cada estrutura. De acordo com a geração de energia de cada uma, esse número pode variar entre 180 a 200 aerogeradores", disse o engenheiro Roberto Jardim, que destacou que a área total será de 12 mil hectares.

Além do prefeito Luiz Carlos Gauto, também participaram do encontro os prefeitos de Capivari do Sul, Marco Antônio Cardoso, de Balneário Pinhal, Márcia Tedesco, o vice-prefeito de Osório, Eduardo Rodrigues Renda,  além dos secretários municipais de Tramandaí Fernando Campani (do Meio Ambiente) e Cláudio Pereira (do Planejamento(.

A InnoVent Wind Energy Worldwide é uma empresa alemã e tem sua sede no Brasil no Estado do Paraná. Ela atua no ramo de energias renováveis desde 1996 e planeja trazer sua experiência para o novo parque eólico. A cidade de Osório já conta com um local para produção de energia a partir do vento. O complexo gera 300 MW/mês e é considerado um dos principais da América Latina.

A produção eólica no Litoral Norte é favorecida em razão da velocidade e da orientação dos ventos. Por esse motivo, a região se estabelece como um potencial local para esse tipo de investimento, além de beneficiar o meio ambiente, com a produção de energia limpa.

COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia

Av. João Pessoa, 1282 - Farroupilha
Porto Alegre - RS - CEP 90040-001
Fone (51) 3213.1300