COMENTAR | CORRIGIR
Alterada em 16/05 às 03h00min

CANOAS: Mutirão identifica muito lixo em encanamento de bairros da cidade

Volume de dejetos obrigou prefeitura a trocar 25 metros de canos

Volume de dejetos obrigou prefeitura a trocar 25 metros de canos


/VINICIUS THORMANN/DIVULGAÇÃO/CIDADES

As secretarias municipais de Obras e de Serviços Urbanos, além das subprefeituras, fizeram um esforço conjunto para fazer a limpeza das bocas de lobo, recolhimento de árvores caídas e revitalização de estruturas públicas de Canoas. Na semana passada, a operação resultou em dezenas de serviços executados nos quatro quadrantes do município.

Na rua Muck, o esforço contou ainda com a participação de um agente da secretaria municipal de Meio Ambiente, que acompanhou os agentes do Departamento de Esgoto Pluvial, da secretaria municipal de Obras, e fiscalizou a situação documental e estrutural de estabelecimentos ao longo daquele trecho. Foi identificado o despejo irregular de esgoto doméstico na rede de esgoto pluvial, o que contribui para o acúmulo de água da chuva na rua.

"Abrimos as bocas de lobo e elas estavam limpas, mas identificamos muita gordura nos canos da rede pluvial. Abrimos as caixas de gordura dos estabelecimentos da rua e vimos que estavam irregulares, obstruindo a rede, e é isso que causa a subida acelerada da água da chuva", explicou Júlio César Matté, subprefeito Centro.

As várias limpezas também tiveram pontos concentrados, que foram acompanhados pelo secretário adjunto de Obras, Robson Borges. "Estamos focados na manutenção e conservação de boca de lobo, poços de visitas e limpeza de redes de microdrenagem, para não termos problemas no período mais chuvoso e de acúmulos de água nos trechos mais baixos das vias", assegurou.

No cruzamento da rua Armando Fajardo com avenida Farroupilha, a subprefeitura Nordeste precisou fazer a troca de 25 metros de canos. "Eles estavam completamente obstruídos e foi preciso fazer a troca. Encontramos muitas garrafas PET impedindo o escoamento da água, que é um problema persistente que gera transtorno ao menor sinal de chuva nesse trecho", contou Marcio Antônio da Silva, subprefeito Noroeste.

A prefeitura trabalha no sentido de conscientizar a população sobre o descarte irregular de lixo, sobretudo em locais nos quais há despejo de esgoto. Materiais como garrafas podem obstruir os canos, fazendo com que a fluidez dos dejetos seja comprometida e impacte, por exemplo, em dias de alto volume de chuva.

COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia
Av. João Pessoa, 1282 - Farroupilha
Porto Alegre - RS - CEP 90040-001
Fone (51) 3213.1300