COMENTAR | CORRIGIR
15/04/2019 - 03h18min. Alterada em 15/04 às 16h44min

CANOAS: Número de homicídios na cidade é o menor em 11 anos

Estatísticas apresentadas pelas forças de segurança mostraram queda em diversos índices de criminalidade

Estatísticas apresentadas pelas forças de segurança mostraram queda em diversos índices de criminalidade


/DERLI COLOMO JÚNIOR/DIVULGAÇÃO/CIDADES
As forças de segurança atuantes no município de Canoas - Brigada Militar, Polícia Civil e Secretaria Municipal da Segurança Pública e Cidadania - reuniram-se na sede do 15º Batalhão de Polícia Militar, para apresentar o balanço das estatísticas criminais referente ao primeiro trimestre de 2019. Os índices apresentaram queda nos principais indicadores de violência, o que demonstra a efetividade das ações de prevenção e repressão executadas na cidade.
De acordo com os números apresentados pela Brigada Militar, os três primeiros meses do ano registraram o menor índice de mortes violentas dos últimos 11 anos, sendo 31 em 2018 e 18 em 2019, uma queda de 42%. Em 2007, quando foi registrado o maior índice dos últimos 11 anos, foram 45 crimes desse tipo. Neste caso, a redução chega a 60%, com 27 casos a menos.
O comandante da Brigada Militar de Canoas, Major Dirceu, destacou a posição privilegiada de Canoas no ranking de segurança do Estado. "Essa queda vertiginosa é um alento para os canoenses. É claro que não estamos totalmente satisfeitos com a situação da segurança pública. Mas são esses números que apontam quais caminhos devemos seguir no combate a criminalidade. Canoas é referência no combate ao crime para todo o Rio Grande do Sul", reforça o comandante.
Com relação ao roubo e ao furto de veículos, as forças policiais destacam o índice de recuperação dos bens. De janeiro a março de 2019, foram 183 veículos roubados em Canoas. Desses, 109 foram recuperados, representando uma taxa de 59,5%. A recuperação de veículos furtados alcançou 58,7%, sendo 87 dos 148 casos registrados.
Para o diretor da 2ª Delegacia de Polícia Regional Metropolitana (DPRM) Regional de Canoas, delegado Mário Souza, o objetivo é que Canoas não registre nenhum homicídio. "Nosso principal foco é combater os crimes contra a vida. Por isso, essa queda significativa nesse índice representa um avanço. Em Canoas, o trabalho de quem está na ponta é diferenciado, livre de vaidades. E o êxito nessas ações é graças à competência de uma equipe dedicada e integrada", destaca o delegado.
O secretário municipal da Segurança Pública e Cidadania, Alberto Rocha, defendeu a união das forças de segurança em Canoas como uma das práticas responsáveis pela diminuição dos índices de violência. "Nosso carro-chefe é a integração, cada um na sua matriz de competência e agregando às funções do outro", explica o secretário.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia
Av. João Pessoa, 1282 - Farroupilha
Porto Alegre - RS - CEP 90040-001
Fone (51) 3213.1300