COMENTAR | CORRIGIR
Alterada em 17/01 às 01h00min

ESTEIO: Sistema de irrigação do viveiro municipal aproveita a água da chuva

Água é captada por calhas e coletada em duas cisternas de 15 mil litros cada

Água é captada por calhas e coletada em duas cisternas de 15 mil litros cada


JEAN MONTEIRO/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Voltado para a preservação na natureza e à sustentabilidade, o viveiro municipal de Esteio conta, há pouco mais de um mês, com um novo sistema de irrigação para as mudas de mais de 40 espécies nativas do Rio Grande do Sul. Desde de dezembro, a rega das plantas é feita por um sistema automatizado de redistribuição da água da chuva, que é coletada em duas cisternas de 15 mil litros cada. O espaço fica junto à sede da secretaria municipal de Meio Ambiente (SMMA), localizado no Parque Galvany Guedes, no bairro Jardim Planalto.

A água da chuva é captada por calhas, instaladas com dinheiro proveniente de compensações ambientais. Depois, ela é filtrada e armazenada nas cisternas. Com o novo sistema, os 900 metros quadrados do viveiro foram divididos em quatro setores, conforme os tipos de planta e as necessidades de irrigação. O uso da água da chuva é programado por dias e horários, duração da irrigação e qual dos setores do viveiro serão atendidos. Isso dá maior autonomia operacional para o serviço e redução no consumo de água tratada. Outro ponto positivo do sistema é a capacidade de parar a irrigação automaticamente, quando começa a chover, por conta de sensores instalados nas cisternas.

Os reservatórios também possuem um leitor de quantidade de água acumulada. Caso os níveis estejam baixos, ele libera o consumo de água distribuída pela Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan), garantindo que a irrigação das mudas aconteça mesmo em períodos sem chuvas. Conforme o diretor técnico da SMMA, William Papi, essa mudança no serviço de rega traz inúmeros benefícios para as plantas. "Além da automação e diminuição de custos, esse sistema melhora a qualidade de vida das plantas, pois utiliza um tipo de água que não contém cloro ou substâncias que são utilizadas para o tratamento". Papi também destaca a operação sem a presença de um funcionário cuidando do viveiro nos fins de semana. "Com a programação, todas as plantas do espaço recebem a quantidade necessária de água, mesmo em dias que não há funcionamento na SMMA", disse.

Todas as mudas do Viveiro estão disponíveis para os moradores esteienses adotarem, graças ao Esteio Mais Verde, projeto da prefeitura que incentiva o plantio de espécies nativas. Qualquer morador da cidade pode solicitar uma planta, via Ouvidoria, pelo número 0800-541-0400, ou ir até a prefeitura (rua Engenheiro Hener de Souza Nunes, nº 150), de segunda a sexta-feira, das 12h30min às 18h. Após a solicitação, técnicos da SMMA vão até a casa do morador para uma análise da área e do solo no local, indicando qual o melhor tipo de planta para o ambiente. A SMMA salienta que todo e qualquer tipo de plantio deve contar com o suporte e auxílio, gratuito, da equipe técnica da pasta. O contato com a SMMA, pela Ouvidoria ou pelo telefone (0xx51) 3433-8180, serve para que os habitantes não plantem árvores que possam causar danos ao meio ambiente, por não serem nativas da região, ou para a população, colocando em risco fiações elétricas ou residências.

COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia
Av. João Pessoa, 1282 - Farroupilha
Porto Alegre - RS - CEP 90040-001
Fone (51) 3213.1300