COMENTAR | CORRIGIR
Notícia da edição impressa de 05/11/2018. Alterada em 05/11 às 01h00min

CANOAS: Políticas públicas de proteção aos animais é tema de fórum

Evento aconteceu no dia 30 de outubro e proporcionou a troca de informações e reflexões sobre o tema

Evento aconteceu no dia 30 de outubro e proporcionou a troca de informações e reflexões sobre o tema


DERLI COLOMO JÚNIOR/DIVULGAÇÃO/CIDADES

O município vem se destacando no Rio Grande do Sul na defesa dos direitos dos animais a partir de diferentes iniciativas e políticas públicas, como o Programa Canoas Sem Carroças. No último dia 30 de outubro, a prefeitura deu mais um passo importante no assunto com a realização do Fórum Municipal de Proteção Animal. O fórum teve o objetivo de debater os avanços das políticas públicas voltadas à proteção dos animais do município, bem como, proporcionar a troca de informações e reflexões sobre os rumos da proteção animal.

O evento aconteceu no auditório Sady Schivitz, na sede da prefeitura, e contou com a presença da deputada estadual, participante ativa da causa animal e idealizadora da secretaria especial de Direito dos Animais de Porto Alegre (Seda), Regina Becker Fortunati; do secretário municipal do Meio Ambiente, Paulo Renato Paim; do vereador da cidade de Canela e ativista da causa, Jerônimo Terra Rolim; do coordenador do Programa Canoas Sem Carroças, ativista e membro do Conselho Municipal de Bem-Estar Animal, Alex Szekir, acompanhado do cão Rocky; de demais autoridades municipais; de simpatizantes da causa; e da comunidade em geral.

Diversas palestras marcaram o evento e proporcionaram um momento de discussão sobre o assunto, como Conceito de libertação animal, ministrada por Szekir; Direito dos animais, ministrada pela advogada e especialista em direito dos animais, Luana Michels; palestra com a coordenadora da organização não governamental (ONG) S.O.S. Nazário, Cláudia Azevedo; e da ONG Olhos de quem vê, Lisiane Sacol. O destaque do fórum foi o painel Políticas públicas para os animais, ministrado por Regina Becker Fortunati, que abordou um estudo de mapeamento sobre a causa animal no Estado e as possíveis formas do poder público se aproximar de diferentes grupos ligados ao tema. "É uma satisfação estar em Canoas atendendo ao convite, pois momentos como este são importantes para nivelarmos o mesmo discurso, ter a mesma postura e condutas em relação à causa", destaca Regina.

O secretário do Meio Ambiente, Paulo Paim, afirma que o fórum teve três objetivos: "Abrir a discussão na cidade de Canoas, pois é fundamental que se faça política de bem-estar para além dos muros da administração pública; dar concretude ao trabalho que a prefeitura vem desenvolvendo, dentro da linha de trabalho da atual gestão, que busca mais ação e menos discurso político; e, colocar em prática mais um instrumento previsto na legislação do bem-estar animal do município". Paim ainda ressalta que Canoas tem duas condições fundamentais pela causa: recursos e vontade política, "o que é essencial para colocar em prática as políticas públicas da causa animal". O fórum é uma iniciativa da secretaria municipal do Meio Ambiente (SMMA), com o apoio do Conselho Municipal de Bem-Estar Animal e da marca de rações Monello.

COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia
Av. João Pessoa, 1282 - Farroupilha
Porto Alegre - RS - CEP 90040-001
Fone (51) 3213.1300