Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Internacional

- Publicada em 30 de Maio de 2022 às 18:09

China falha em tentativa de fechar acordo multilateral com ilhas do Pacífico

Na coletiva, Wang listou algumas áreas em que a China conseguiu acordos

Na coletiva, Wang listou algumas áreas em que a China conseguiu acordos


Leon LORD/AFP/JC
A China falhou nesta segunda-feira (30) em um plano ousado de ter dez nações da região do Pacífico endossando um novo acordo abrangente cobrindo desde segurança até pesca, com alguns países da região expressando profundas preocupações. Mas houve muitas vitórias menores para o ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi, enquanto ele continua uma viagem de ilha em ilha pela região.
A China falhou nesta segunda-feira (30) em um plano ousado de ter dez nações da região do Pacífico endossando um novo acordo abrangente cobrindo desde segurança até pesca, com alguns países da região expressando profundas preocupações. Mas houve muitas vitórias menores para o ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi, enquanto ele continua uma viagem de ilha em ilha pela região.
Wang estava em Fiji para uma importante reunião com os ministros das Relações Exteriores das dez nações insulares. Documentos obtidos pela Associated Press indicam que o ministro esperava que as nações endossassem um acordo pré-escrito como parte de um comunicado conjunto após a reunião.
Em uma entrevista coletiva incomum depois do encontro, Wang e o primeiro-ministro de Fiji, Frank Bainimarama, falaram por cerca de 30 minutos e depois deixaram o palco abruptamente enquanto os repórteres tentavam fazer perguntas. Isso deixou muitos detalhes do que aconteceu na reunião não revelados, mas ficou claro que as nações não endossaram o plano da China. "Como sempre, colocamos o consenso em primeiro lugar entre nossos países em qualquer discussão sobre novos acordos regionais", disse Bainimarama.
Na coletiva, Wang listou algumas áreas em que a China conseguiu acordos e disse que seguirá trabalhando nas outras em que não foi possível um consenso. "Após a reunião, a China divulgará seu próprio documento sobre nossas próprias posições, projetos e propostas de cooperação com os países das ilhas do Pacífico", disse Wang por meio de um intérprete. "E daqui para frente, continuaremos a ter discussões e consultas contínuas e aprofundadas para formar mais consenso". Fonte: Associated Press.
Conteúdo Publicitário
Leia também
Comentários CORRIGIR TEXTO