Porto Alegre, sexta-feira, 20 de maio de 2022.
Porto Alegre,
sexta-feira, 20 de maio de 2022.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

GUERRA NA UCRÂNIA

- Publicada em 20/05/2022 às 17h55min.

G-7 confirma pacote de US$ 19,8 bilhões em assistência financeira à Ucrânia

Valor é parte dos esforços para apoiar a recuperação do que foi detruído pela guerra na Ucrânia

Valor é parte dos esforços para apoiar a recuperação do que foi detruído pela guerra na Ucrânia


FADEL SENNA/AFP/JC
O G-7 confirmou nesta sexta-feira (20), a mobilização de US$ 19,8 bilhões em ajuda financeira à Ucrânia, como parte dos esforços para apoiar a recuperação do país que é palco de uma guerra iniciada pela Rússia em fevereiro passado. A cifra foi acertada em reunião de ministros das finanças e presidentes de bancos centrais do grupo, de acordo com comunicado conjunto divulgado após o encontro.
O G-7 confirmou nesta sexta-feira (20), a mobilização de US$ 19,8 bilhões em ajuda financeira à Ucrânia, como parte dos esforços para apoiar a recuperação do país que é palco de uma guerra iniciada pela Rússia em fevereiro passado. A cifra foi acertada em reunião de ministros das finanças e presidentes de bancos centrais do grupo, de acordo com comunicado conjunto divulgado após o encontro.
O valor inclui US$ 9,5 bilhões que já haviam sido comprometidos e é independente das medidas de assistência militar e humanitária. O objetivo do suplemento orçamentário é permitir que Kiev assegure o cumprimento das necessidades de financiamento de curto prazo.
"Estamos trabalhando em estreita colaboração com a Ucrânia para salvaguardar a sua estabilidade macroeconômica diante dos desafios impostos pela guerra de agressão da Rússia", diz nota divulgada pelo grupo.
Nesta quinta-feira, o Senado dos Estados Unidos aprovou um pacote que prevê US$ 40 bilhões em ajuda econômica aos ucranianos e aliados. Já a Comissão Europeia, braço executivo da União Europeia (UE), propôs auxílio de até 9 bilhões de euros.
O G-7 é composto por EUA, Alemanha, França, Reino Unido, Japão, Itália e Canadá, com representação da UE.
Conteúdo Publicitário
Comentários CORRIGIR TEXTO