Porto Alegre, quinta-feira, 19 de maio de 2022.
Dia Nacional da Defensoria Pública.
Porto Alegre,
quinta-feira, 19 de maio de 2022.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Guerra na Ucrânia

- Publicada em 19/05/2022 às 13h08min.

Ucrânia rejeita cessar-fogo temporário e pede por retirada de tropas russas

 "Não nos ofereça um cessar-fogo - isso é impossível sem a retirada total das tropas russas", afirmou assessor do Gabinete Presidencial da Ucrânia

"Não nos ofereça um cessar-fogo - isso é impossível sem a retirada total das tropas russas", afirmou assessor do Gabinete Presidencial da Ucrânia


Olga MALTSEVA/AFP/JC
Assessor do Gabinete Presidencial da Ucrânia, Mykhailo Podolyak rejeitou a possibilidade de um cessar-fogo no conflito com a Rússia e disse que o movimento é "impossível" sem a completa retirada da tropas de Moscou do território ucraniano. "Não nos ofereça um cessar-fogo - isso é impossível sem a retirada total das tropas russas", afirmou.
Assessor do Gabinete Presidencial da Ucrânia, Mykhailo Podolyak rejeitou a possibilidade de um cessar-fogo no conflito com a Rússia e disse que o movimento é "impossível" sem a completa retirada da tropas de Moscou do território ucraniano. "Não nos ofereça um cessar-fogo - isso é impossível sem a retirada total das tropas russas", afirmou.
Segundo o assessor, "a Ucrânia não está interessada em um novo 'Minsk' e na renovação da guerra em alguns anos", se referindo à assinatura do Protocolo de Minsk, em setembro de 2014, que foi seguida meses depois da eclosão de uma guerra civil em Donbass, no leste da Ucrânia.
"Até que a Rússia esteja pronta para libertar totalmente os territórios ocupados, nossa equipe de negociação é composta por armas, sanções e dinheiro", completou Podolyak.
Agência Estado
Conteúdo Publicitário
Comentários CORRIGIR TEXTO