Porto Alegre, quinta-feira, 12 de maio de 2022.
Dia da Enfermagem.
Porto Alegre,
quinta-feira, 12 de maio de 2022.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Saúde

- Publicada em 12/05/2022 às 09h49min.

EUA supera um milhão de mortes por Covid-19

Em comunicado, Biden disse que os EUA devem permanecer vigilantes contra a pandemia

Em comunicado, Biden disse que os EUA devem permanecer vigilantes contra a pandemia


NICHOLAS KAMM/AFP/JC
Os Estados Unidos superaram a marca de um milhão de mortes por Covid-19, anunciou a Casa Branca nesta quinta-feira (12), no momento em que o país, liderado por Nova York, a cidade mais afetada pelo coronavírus em 2020, deseja virar a página, apesar do leve aumento de casos desde o mês passado.
Os Estados Unidos superaram a marca de um milhão de mortes por Covid-19, anunciou a Casa Branca nesta quinta-feira (12), no momento em que o país, liderado por Nova York, a cidade mais afetada pelo coronavírus em 2020, deseja virar a página, apesar do leve aumento de casos desde o mês passado.
"Hoje alcançamos um marco trágico: um milhão de vidas americanas perdidas para a Covid-19", afirmou o presidente Joe Biden em um comunicado.
"Nós devemos permanecer vigilantes contra esta pandemia e fazer tudo para salvar o maior número possível de vidas, como fizemos com mais testes, vacinas e tratamentos do que nunca antes", acrescentou Biden.
Após vários meses de queda nos contágios no país mais enlutado do mundo (seguido por Brasil, Índia e Rússia), Estados Unidos registram há um mês um aumento diário de casos.
A alta acontece em um contexto no qual a máscara deixou de ser obrigatória, embora o uso continue sendo recomendado em ambientes fechados, e a quarta dose da vacina está disponível apenas para pessoas com mais de 50 anos.
O aumento de casos é provocado por subvariantes da Ômicron, mais transmissíveis que as cepas anteriores, embora os feitos pareçam menos graves em um país onde 66% da população está vacinada. O índice alcança 90% entre as pessoas com mais de 65 anos.
Folhapress
Conteúdo Publicitário
Comentários CORRIGIR TEXTO