Porto Alegre, quarta-feira, 16 de março de 2022.
Porto Alegre,
quarta-feira, 16 de março de 2022.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Japão

- Publicada em 16/03/2022 às 13h55min.

Terremoto de intensidade 7,3 é registrado no Japão na região de Fukushima

A Companhia de Energia Elétrica de Tóquio afirmou que há 2,09 milhões de cortes de energia no País

A Companhia de Energia Elétrica de Tóquio afirmou que há 2,09 milhões de cortes de energia no País


Philip FONG/AFP/JC
A região de Fukushima, no nordeste do Japão, foi atingida por um terremoto. De acordo com a NHK, o abalo sísmico veio por volta das 23h36 (horário local), e teve magnitude estimada em 7,3. Na mesma região ocorreu um acidente nuclear em 2011, provocado por um maremoto e um consequente tsunami.
A região de Fukushima, no nordeste do Japão, foi atingida por um terremoto. De acordo com a NHK, o abalo sísmico veio por volta das 23h36 (horário local), e teve magnitude estimada em 7,3. Na mesma região ocorreu um acidente nuclear em 2011, provocado por um maremoto e um consequente tsunami.
A Companhia de Energia Elétrica de Tóquio (Tepco, da sigla em inglês) afirmou que há 2,09 milhões de cortes de energia no Japão, após o terremoto que atingiu a região de Fukushima, no nordeste do país.
Segundo comunicado divulgado no Twitter, a empresa está trabalhando em obras de restauração e confirmando o impacto do abalo sísmico nos equipamentos.
O terremoto pode provocar um tsunami. A Agência Meteorológica do Japão emitiu um alerta para ondas de até um metro em partes das províncias de Miyagi e Fukushima.
A televisão nacional NHK disse que o tsunami já pode ter atingido algumas áreas.
A Força de Autodefesa Aérea do Japão disse que despachou caças da base de Hyakuri na província de Ibaraki, ao sul de Fukushima, para coleta de informações e avaliação de danos.
O primeiro-ministro Fumio Kishida disse a repórteres que o governo estava avaliando a extensão dos danos e prometeu fazer o máximo para operações de resgate e socorro.
Não há relatos de vítimas.
Agência Estado
Conteúdo Publicitário
Comentários CORRIGIR TEXTO