Porto Alegre, sexta-feira, 14 de janeiro de 2022.
Porto Alegre,
sexta-feira, 14 de janeiro de 2022.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Reino Unido

- Publicada em 13/01/2022 às 19h59min.

Acusado de agressão sexual, príncipe inglês renuncia a títulos

Mulher norte-americana acusa o príncipe de ter abusado sexualmente dela em 2001

Mulher norte-americana acusa o príncipe de ter abusado sexualmente dela em 2001


JOHN THYS/AFP/JC
O príncipe Andrew, filho da rainha Elizabeth II, que enfrenta um processo civil nos Estados Unidos por agressão sexual, renunciou aos seus cargos honorários à frente de regimentos militares e associações de caridade, informou o Palácio de Buckingham nesta quinta-feira.
O príncipe Andrew, filho da rainha Elizabeth II, que enfrenta um processo civil nos Estados Unidos por agressão sexual, renunciou aos seus cargos honorários à frente de regimentos militares e associações de caridade, informou o Palácio de Buckingham nesta quinta-feira.
Uma fonte real disse que Andrew não usaria mais o título 'Sua Alteza Real' em qualquer capacidade oficial e suas outras funções seriam distribuídas entre os demais membros da família real. Eles não voltarão para o príncipe Andrew. A revogação de títulos e cargos honorários ocorre depois que 150 veteranos britânicos assinaram uma carta aberta pedindo que a rainha retirasse seus títulos militares de seu filho.
Um juiz de Nova York recusou, na quarta-feira, um recurso apresentado pelos advogados do príncipe para que indeferisse a denúncia de agressões sexuais apresentada contra seu cliente por Virginia Guiffre, uma norte-americana que o acusa de ter abusado sexualmente dela em 2001, quando tinha 17 anos.
Guiffre é uma das vítimas de crimes sexuais do gestor financeiro norte-americano Jeffrey Epstein, declarado culpado de pedofilia por um tribunal da Flórida e que se suicidou na prisão em Nova York, em agosto de 2019, quando aguardava um novo julgamento por tráfico e abuso de menores.
A amizade de Andrew com Epstein provocou um grande escândalo que o obrigou a se retirar da vida pública.
Conteúdo Publicitário
Comentários CORRIGIR TEXTO