Porto Alegre, quarta-feira, 06 de outubro de 2021.
Porto Alegre,
quarta-feira, 06 de outubro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Turismo

- Publicada em 06/10/2021 às 10h15min.

Argentina dá fim a cotas para entrada de passageiros e a teste para a Covid no desembarque

Atualmente, só podem pisar em solo argentino o máximo de 21 mil passageiros semanalmente

Atualmente, só podem pisar em solo argentino o máximo de 21 mil passageiros semanalmente


JUAN MABROMATA/AFP/JC
A partir do dia 19 de outubro, quem tiver o esquema de vacinação completo não precisará mais realizar teste de antígeno para ingressar na Argentina, informou nesta terça-feira (5) o governo do país vizinho. Além disso, o limite para a entrada de passageiros no país também será levantado. Atualmente, só podem pisar em solo argentino o máximo de 21 mil passageiros semanalmente. Entre os dias 11 e 19, o limite irá passar para 28 mil pessoas.
A partir do dia 19 de outubro, quem tiver o esquema de vacinação completo não precisará mais realizar teste de antígeno para ingressar na Argentina, informou nesta terça-feira (5) o governo do país vizinho. Além disso, o limite para a entrada de passageiros no país também será levantado. Atualmente, só podem pisar em solo argentino o máximo de 21 mil passageiros semanalmente. Entre os dias 11 e 19, o limite irá passar para 28 mil pessoas.
A decisão foi anunciada pela Administração Nacional de Aviação Civil (ANAC). “Uma vez atingido o patamar de 50% da população vacinada com o regime completo, e de acordo com a Decisão Administrativa nº 951/2021, em 19 de outubro de 2021, todas as cotas são levantadas no número de passageiros que chegam ao país por ar", diz o comunicado.
A resolução citada determinava que, passados 14 dias da data em que o país alcançasse a marca de 50% da população totalmente vacinada, seriam levantadas as cotas para a entrada de pessoas na Argentina.
Segundo o Monitor Público de Vacinação, 23.067.539 pessoas receberam as duas doses da vacina contra a Covid-19 até esta terça-feira na Argentina, o que representa 50,3% da população. Em relação à primeira dose, 29.870.915 argentinos já foram imunizados – 65,2% da população do país.
Um decreto publicado no dia 30 de setembro estabelece a abertura de fronteiras para turistas. “A partir de 1º de novembro de 2021, é restabelecida a entrada em território nacional de estrangeiros não residentes, desde que cumpram os requisitos de imigração e saúde vigentes ou que venham a ser estabelecidos”, diz o documento.
Conteúdo Publicitário
Comentários CORRIGIR TEXTO