Porto Alegre, quarta-feira, 29 de setembro de 2021.
Dia do Anunciante. Dia do Policial.
Porto Alegre,
quarta-feira, 29 de setembro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Estados Unidos

- Publicada em 29/09/2021 às 18h08min.

Biden recusou pedido de reunião de líder palestino durante Assembleia-Geral da ONU, diz site

Resposta norte-americana contribuiu para decisão do presidente palestino de não ir a Nova York

Resposta norte-americana contribuiu para decisão do presidente palestino de não ir a Nova York


JOHN ANGELILLO/AFP/JC
O presidente dos EUA, Joe Biden, recusou um pedido do presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, para uma reunião bilateral durante a Assembleia-Geral da ONU, na última semana, segundo divulgou o site Axios.
O presidente dos EUA, Joe Biden, recusou um pedido do presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, para uma reunião bilateral durante a Assembleia-Geral da ONU, na última semana, segundo divulgou o site Axios.
De acordo com a publicação, a Casa Branca disse aos palestinos que o democrata não iria realizar reuniões em Nova York e que sua agenda não permitiria um encontro em Washington. Biden não teve compromissos oficiais com outros líderes durante sua passagem pela metrópole norte-americana.
A consulta foi feita durante uma avaliação se Abbas viajaria aos EUA para a Assembleia-Geral, que reuniu mais de cem líderes presencialmente, mas teve participações virtuais. A resposta norte-americana contribuiu para decisão do presidente palestino de não ir a Nova York. Procurada pelo site Axios, a Casa Branca não comentou sobre o assunto.
Apesar da recusa, a questão israelo-palestina esteve presente no discurso de Biden na ONU, que ressaltou seu apoio a uma solução de dois Estados, mas reconheceu que se trata de um objetivo distante no momento. Abbas, por sua vez, alertou que as ações de Israel resultariam em uma solução de apenas um Estado.
Conteúdo Publicitário
Comentários CORRIGIR TEXTO