Porto Alegre, segunda-feira, 13 de setembro de 2021.
Porto Alegre,
segunda-feira, 13 de setembro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Argentina

- Publicada em 17h22min, 13/09/2021. Atualizada em 17h28min, 13/09/2021.

Oposição argentina tem maioria de votos em primárias para deputados e senadores

Com mais de 98% das urnas apuradas, partido do presidente Alberto Fernández estava atrás em ambas as disputas

Com mais de 98% das urnas apuradas, partido do presidente Alberto Fernández estava atrás em ambas as disputas


ALEJANDRO PAGNI/AFP/JC
Com mais de 98% das urnas apuradas, a coalizão Juntos por el Cambio (Juntos pela Mudança, em tradução livre), que reúne opositores ao governo do presidente da Argentina, Alberto Fernández, tinha 41,5% dos votos para deputados e 45,37% para senadores nas primárias legislativas do país, segundo contagem de votos do jornal Clarín. As primárias antecedem as eleições gerais marcadas para novembro deste ano.
Com mais de 98% das urnas apuradas, a coalizão Juntos por el Cambio (Juntos pela Mudança, em tradução livre), que reúne opositores ao governo do presidente da Argentina, Alberto Fernández, tinha 41,5% dos votos para deputados e 45,37% para senadores nas primárias legislativas do país, segundo contagem de votos do jornal Clarín. As primárias antecedem as eleições gerais marcadas para novembro deste ano.
O partido Frente de Todos, de Fernández, aparecia em segundo lugar em ambas as disputas, com 31,8% dos votos para deputados e 29,01% para senadores.
Ao todo, os pré-candidatos da Juntos por el Cambio lideravam as preliminares para a eleição de deputados em 14 das 23 províncias argentinas, enquanto os da Frente de Todos apareciam na dianteira em sete regiões. Nas províncias de Neuquén e Rio Negro, movimento políticos locais lideravam a disputa.
Na prévia para o Senado, o Clarín informava vitória parcial da oposição em seis províncias, enquanto a Frente de Todos liderava em duas subdivisões do território argentino.
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário