Porto Alegre, domingo, 27 de junho de 2021.
Porto Alegre,
domingo, 27 de junho de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Argentina

- Publicada em 18h08min, 30/04/2021. Atualizada em 17h42min, 27/06/2021.

Presidente da Argentina anuncia prolongação de medidas restritivas contra a Covid-19

Na noite de quinta-feira (29), Fernández e a ministra da Saúde, Carla Vizzotti, estiveram no aeroporto de Ezeiza para acompanhar o desembarque de 1 milhão de doses da vacina da chinesa Sinopharm contra a Covid-19

Na noite de quinta-feira (29), Fernández e a ministra da Saúde, Carla Vizzotti, estiveram no aeroporto de Ezeiza para acompanhar o desembarque de 1 milhão de doses da vacina da chinesa Sinopharm contra a Covid-19


ESTEBAN COLLAZO/Argentinian Presidency/AFP/JC
O presidente da Argentina, Alberto Fernández, anunciou nesta sexta-feira (30) a prolongação em três semanas das medidas de restrição em vigor, a fim de frear o aumento de casos de Covid-19 no país, de acordo com publicação da Associated Press.
O presidente da Argentina, Alberto Fernández, anunciou nesta sexta-feira (30) a prolongação em três semanas das medidas de restrição em vigor, a fim de frear o aumento de casos de Covid-19 no país, de acordo com publicação da Associated Press.
Em mensagem gravada, Fernández disse que as medidas decretadas há duas semanas "estão mostrando bons resultados", mas destacou que a "situação não está, de nenhuma maneira, resolvida" e, portanto, as restrições serão estendidas até o dia 21 de maio.
Ainda segundo o presidente, as aulas presenciais na região da capital, Buenos Aires, serão suspensas. De acordo com levantamento da universidade norte-americana Johns Hopkins, a Argentina já registrou cerca de 2,9 milhões de infecções pelo novo coronavírus e mais de 63 mil mortes relacionadas à doença.
Na noite de quinta-feira (29), Fernández e a ministra da Saúde, Carla Vizzotti, estiveram no aeroporto de Ezeiza para acompanhar o desembarque de 1 milhão de doses da vacina da chinesa Sinopharm contra a Covid-19.
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário