Porto Alegre, segunda-feira, 08 de março de 2021.
Dia Internacional da Mulher.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
segunda-feira, 08 de março de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Reino Unido

- Publicada em 20h41min, 08/03/2021. Atualizada em 20h42min, 08/03/2021.

Com regras rígidas, Reino Unido reabre escolas em início de plano de desconfinamento

Estudantes mais novos podem se reunir dentro de uma mesma bolha

Estudantes mais novos podem se reunir dentro de uma mesma bolha


Daniel LEAL-OLIVAS/AFP/JC
Milhões de crianças e adolescentes do Reino Unido voltaram para as salas de aulas nesta segunda-feira (8), pela primeira vez em dois meses, após terem aguentado seu segundo período prolongado em casa por causa de um bloqueio nacional para desacelerar a disseminação da Covid-19.
Milhões de crianças e adolescentes do Reino Unido voltaram para as salas de aulas nesta segunda-feira (8), pela primeira vez em dois meses, após terem aguentado seu segundo período prolongado em casa por causa de um bloqueio nacional para desacelerar a disseminação da Covid-19.
A reabertura das escolas a todos os alunos é o primeiro passo em um plano governamental de quatro estágios. O objetivo é tentar prevenir o país contra um novo surto de infecções após uma devastadora onda de casos no inverno que sobrecarregou os hospitais.
Desde o início da pandemia, o Reino Unido registrou 124.500 mortes, o quinto maior número no mundo e o pior na Europa. Para adultos na Inglaterra, o lockdown continua em vigor, com contato social restrito, pessoas sob ordens de permanecer em casa, exceto por motivos essenciais e a maioria das lojas fechadas. Cafés e restaurantes só podem oferecer comida para viagem ou entrega.
"Recuperar todas as escolas tem sido nossa prioridade e o primeiro passo do nosso roteiro de volta à normalidade", escreveu no Twitter o primeiro-ministro Boris Johnson. A reabertura de escolas é um grande alívio para milhões de pais que passaram meses fazendo malabarismos com o trabalho e as crianças em casa.
Alunos da escola primária voltam para suas salas de aula e playgrounds com algumas regras novas, como a impossibilidade de brincar com uma criança de fora de uma "bolha" definida, chegadas e partidas escalonadas e lavagem das mãos frequente. Para escolas secundárias, os requisitos são maiores: testes em massa para os adolescentes - uma dor de cabeça logística para escolas - e obrigatoriedade do uso de máscara.
{'nm_midia_inter_thumb1':'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2021/03/08/206x137/1_000_94j6jz-9265479.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'6046a50483c21', 'cd_midia':9265479, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2021/03/08/000_94j6jz-9265479.jpg', 'ds_midia': 'A Year 11 student takes a lateral flow Covid-19 test in the Sports Hall at Park Lane Academy in Halifax, northwest England on March 8, 2021 as schools reopen following the easing of lockdown restrictions. - England prepares to reopen schools to in-class teaching on Monday in the first phase of ending its third coronavirus lockdown. (Photo by Oli SCARFF / AFP)', 'ds_midia_credi': 'OLI SCARFF/AFP/JC', 'ds_midia_titlo': 'A Year 11 student takes a lateral flow Covid-19 test in the Sports Hall at Park Lane Academy in Halifax, northwest England on March 8, 2021 as schools reopen following the easing of lockdown restrictions. - England prepares to reopen schools to in-class teaching on Monday in the first phase of ending its third coronavirus lockdown. (Photo by Oli SCARFF / AFP)', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '800', 'cd_midia_h': '532', 'align': 'Left'}
Nas escolas secundárias, adolescentes passam por testes em massa e é obrigatório o uso de máscara. Foto: OLI SCARFF/AFP/JC
Apesar das restrições, é consenso que levar crianças de volta às escolas é urgente para sua saúde mental, educação e oportunidades de vida. A maioria dos alunos havia perdido mais de três meses de escola na primavera e no início do verão de 2020, quando o Reino Unido esteve sob seu primeiro bloqueio nacional.
Nesta segunda-feira, Johnson disse que mais de 1/3 da população do Reino Unido já recebeu pelo menos a primeira dose da vacina contra o coronavírus. Em entrevista coletiva, o premiê afirmou que os dados recentes da epidemia no país são "positivos", mas que há riscos. "É vital que as pessoas continuem seguindo as diretrizes do governo", disse.
Comentários CORRIGIR TEXTO