Porto Alegre, sexta-feira, 19 de fevereiro de 2021.
Dia do Esportista.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 19 de fevereiro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Mianmar

- Publicada em 15h52min, 19/02/2021.

Morre jovem baleada na cabeça durante protesto contra golpe militar em Mianmar

Mya Thwate Thwate Khaing, de 20 anos, foi ferida na semana passada durante os protestos em Mianmar

Mya Thwate Thwate Khaing, de 20 anos, foi ferida na semana passada durante os protestos em Mianmar


YE AUNG THU/AFP/JC
Mya Thwate Thwate Khaing, uma manifestante de 20 anos ferida na semana passada durante os protestos em Mianmar, morreu nesta sexta-feira (19). A informação foi confirmada pelo hospital em que estava internada e pelo irmão, Ye Htut Aung.
Mya Thwate Thwate Khaing, uma manifestante de 20 anos ferida na semana passada durante os protestos em Mianmar, morreu nesta sexta-feira (19). A informação foi confirmada pelo hospital em que estava internada e pelo irmão, Ye Htut Aung.
"Confirmamos sua morte às 11h desta manhã (horário local)", disse o médico à AFP, acrescentando que o corpo havia sido transferido para o instituto forense de Naypyidaw para exames.
De acordo com o irmão da vítima, Mya levou um tiro na cabeça, em 9 de fevereiro, enquanto a polícia tentava dispersar uma multidão durante as manifestações. Ela é a primeira pessoa morta desde que os militares deram um golpe de Estado por não aceitarem a derrota eleitoral em novembro do ano passado. O exército de Mianmar tomou o poder em 1º de fevereiro e prendeu a líder eleita Aung San Suu Kyi.
O porta-voz militar, agora vice-ministro da Informação, Zaw Min Tun, confirmou esta semana que Mya foi vítima de tiros e garantiu que as autoridades continuariam investigando o caso. Ela rapidamente se tornou um símbolo de resistência dos manifestantes.
Comentários CORRIGIR TEXTO