Porto Alegre, quinta-feira, 14 de janeiro de 2021.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 14 de janeiro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Itália

- Publicada em 20h46min, 14/01/2021.

Premiê Giuseppe Conte diz que esclarecerá crise a Parlamento italiano

Renzi (d) acusa Conte de concentrar o poder em si, e pede que o premiê renuncie ao cargo

Renzi (d) acusa Conte de concentrar o poder em si, e pede que o premiê renuncie ao cargo


Olivier HOSLET e Andreas SOLARO/AFP/JC
O primeiro-ministro da Itália, Giuseppe Conte, afirmou nesta quinta-feira (14), em reunião com o presidente do país, Sergio Mattarella, que pretende "promover os esclarecimentos necessários" no Parlamento italiano com relação à crise interna do Gabinete do premiê, segundo comunicado divulgado no site da Presidência italiana. A decisão de Conte de ir ao Parlamento prestar contas sugere que o premiê não deve renunciar ao cargo.
O primeiro-ministro da Itália, Giuseppe Conte, afirmou nesta quinta-feira (14), em reunião com o presidente do país, Sergio Mattarella, que pretende "promover os esclarecimentos necessários" no Parlamento italiano com relação à crise interna do Gabinete do premiê, segundo comunicado divulgado no site da Presidência italiana. A decisão de Conte de ir ao Parlamento prestar contas sugere que o premiê não deve renunciar ao cargo.
A crise política que afeta o governo do primeiro-ministro foi deflagrada na quarta-feira (13), após o líder do partido Italia Viva, Matteo Renzi, até então da base governista, anunciar a renúncia de todos os ministros da legenda que faziam parte do gabinete.
Renzi acusa Conte de concentrar o poder em si, e pede que o premiê renuncie ao cargo. Caso isso aconteça, a nova base governista poderá costurar um acordo para eleger um novo líder ou, em cenário menos provável, novas eleições podem ser convocadas.
Comentários CORRIGIR TEXTO