Porto Alegre, sábado, 09 de janeiro de 2021.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sábado, 09 de janeiro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORONAVÍRUS

- Publicada em 16h47min, 09/01/2021.

Papa Francisco diz que deve tomar vacina contra a Covid-19 na próxima semana

O pontífice criticou quem se opõe à vacinação

O pontífice criticou quem se opõe à vacinação


ANDREAS SOLARO/AFP/JC
O Papa Francisco, 84, afirmou que deve tomar a vacina contra a Covid-19 na próxima semana e criticou quem se opõe à vacinação. As declarações foram dadas em entrevista à rede Canale 5 neste sábado (9).
O Papa Francisco, 84, afirmou que deve tomar a vacina contra a Covid-19 na próxima semana e criticou quem se opõe à vacinação. As declarações foram dadas em entrevista à rede Canale 5 neste sábado (9).
"Na próxima semana começaremos [a vacinação], já tenho minha data", disse. "Temos que fazê-lo", insistiu o pontífice argentino, para quem "há um negacionismo suicida que não consigo explicar".
"Acredito que do ponto de vista ético todos devem ser vacinados, porque você não só põe em risco a sua saúde, a sua vida, mas também a dos outros", seguiu.
"Não sei por que alguns dizem 'não, a vacina é perigosa', mas se os médicos a apresentam como algo que pode ser bom, que não apresenta riscos particulares, por que não fazê-lo?", questionou o pontífice.
Na entrevista, o papa também afirmou que pessoas que trabalham contra a democracia devem ser condenadas, independentemente de quem elas sejam, e que lições devem ser aprendidas sobre a invasão do Congresso dos Estados Unidos por apoiadores do presidente Donald Trump na última quarta-feira (6).
"Fiquei estupefato porque se trata de um povo tão disciplinado na democracia", afirmou. "Sim, isso deve ser condenado, esse movimento, não importa quem esteja envolvido nele", seguiu.
Ele disse também que "nos ambientes mais evoluídos sempre há algo que não funciona" e que há pessoas "que tomam um caminho contra a comunidade, contra a democracia, contra o bem comum".
O pontífice também afirmou que violência pode aparecer em qualquer lugar, que é importante compreender o que deu errado e que se aprenda com a história.
Agência Folhapress
Comentários CORRIGIR TEXTO