Porto Alegre, domingo, 27 de dezembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
domingo, 27 de dezembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Coronavírus

- Publicada em 18h29min, 27/12/2020.

Vacina da AstraZeneca deve ser eficaz contra nova variante do coronavírus

Resultados parciais sugerem que a vacina da AstraZeneca é cerca de 70% eficaz na prevenção da doença

Resultados parciais sugerem que a vacina da AstraZeneca é cerca de 70% eficaz na prevenção da doença


PAUL ELLIS/AFP/JC
O chefe da farmacêutica AstraZeneca, Pascal Soriot, que desenvolve uma vacina contra o coronavírus, disse neste domingo (27) que os pesquisadores acreditam na eficácia da vacina contra uma nova variante do vírus, que causa um rápido aumento nas infecções na Grã-Bretanha. "Até agora, achamos que a vacina deve permanecer eficaz. Mas não podemos ter certeza, então vamos testar isso", afirmou.
O chefe da farmacêutica AstraZeneca, Pascal Soriot, que desenvolve uma vacina contra o coronavírus, disse neste domingo (27) que os pesquisadores acreditam na eficácia da vacina contra uma nova variante do vírus, que causa um rápido aumento nas infecções na Grã-Bretanha. "Até agora, achamos que a vacina deve permanecer eficaz. Mas não podemos ter certeza, então vamos testar isso", afirmou.
Soriot também disse ao Sunday Times que os pesquisadores da vacina descobriram uma "fórmula vencedora", que a tornaria tão eficaz quanto as candidatas rivais. Resultados parciais sugerem que a vacina da AstraZeneca é cerca de 70% eficaz na prevenção da doença. "Achamos que descobrimos a fórmula vencedora e como obter a eficácia que, após duas doses, está à altura de todo mundo", disse Soriot.
O governo da Grã-Bretanha informou que seu regulador de medicamentos está revisando os dados finais dos ensaios clínicos da fase três da AstraZeneca. As autoridades britânicas culparam a nova variante do vírus pelo aumento das taxas de infecção em todo o país. Eles disseram que a variante é muito mais transmissível, mas enfatizam que não há evidências de que isso torne as pessoas mais doentes.
Comentários CORRIGIR TEXTO