Porto Alegre, sábado, 19 de dezembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sábado, 19 de dezembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

ESTADOS UNIDOS

- Publicada em 09h17min, 19/12/2020.

Trump celebra aval para vacina da Moderna e volta a falar em fraude eleitoral

O presidente dos Estados Unidos usou o Twitter para celebrar a aprovação da vacina da Moderna

O presidente dos Estados Unidos usou o Twitter para celebrar a aprovação da vacina da Moderna


MANDEL NGAN/AFP/JC
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, usou o Twitter nas últimas horas para celebrar a aprovação nos Estados Unidos do uso da vacina contra a Covid-19 da Moderna. Além disso, voltou a insistir que foi vítima de fraude eleitoral, na disputa com o democrata Joe Biden.
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, usou o Twitter nas últimas horas para celebrar a aprovação nos Estados Unidos do uso da vacina contra a Covid-19 da Moderna. Além disso, voltou a insistir que foi vítima de fraude eleitoral, na disputa com o democrata Joe Biden.
"Parabéns, a vacina da Moderna está agora disponível", afirmou Trump em uma das mensagens. Administração de Alimentos e Medicamentos (FDA, na sigla em inglês) dos EUA informou, na noite de ontem, que concedeu autorização para uso emergencial da vacina desenvolvida pela Moderna, a segunda contra a Covid-19 liberada no país, após a da Pfizer/BioNTech.
Além disso, Trump se referiu a um relatório elaborado por Peter Navarro, assessor de Comércio da Casa Branca, o qual mostraria fraudes "mais que suficientes" para dar a vitória ao atual presidente. "É estatisticamente impossível eu ter perdido a eleição de 2020", acredita Trump, que tem lançado uma batalha judicial contra supostas irregularidades na disputa, sem sucesso. Trump ainda diz na mensagem que haverá um "grande protesto" contra isso em Washington no dia 6 de janeiro.
Biden já foi confirmado como vitorioso pelo Colégio Eleitoral e tem anunciado nomes de sua equipe, antes da posse marcada para 20 de janeiro.
Agência Estado
Comentários CORRIGIR TEXTO