Porto Alegre, segunda-feira, 23 de novembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
segunda-feira, 23 de novembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

saúde

- Publicada em 14h45min, 23/11/2020.

Resultados de vacina da AstraZeneca são encorajadores, diz OMS

Imunizante tem vantagens logísticas por conta de sua temperatura de armazenamento

Imunizante tem vantagens logísticas por conta de sua temperatura de armazenamento


JUSTIN TALLIS/AFP/JC
A Organização Mundial da Saúde (OMS) vê como "encorajadores" os resultados divulgados nesta segunda-feira (23) pela AstraZeneca sobre sua vacina contra a Covid-19, desenvolvida em parceria com a Universidade de Oxford. Em coletiva, a cientista-chefe da organização, Soumya Swaminathan, avaliou que o imunizante tem "enormes" vantagens logísticas por conta de sua temperatura de armazenamento, mais simples de se alcançar do que de outras vacinas com resultados divulgados.
A Organização Mundial da Saúde (OMS) vê como "encorajadores" os resultados divulgados nesta segunda-feira (23) pela AstraZeneca sobre sua vacina contra a Covid-19, desenvolvida em parceria com a Universidade de Oxford. Em coletiva, a cientista-chefe da organização, Soumya Swaminathan, avaliou que o imunizante tem "enormes" vantagens logísticas por conta de sua temperatura de armazenamento, mais simples de se alcançar do que de outras vacinas com resultados divulgados.
"As boas notícias são que vacinas contra Covid-19 se mostram possíveis de se fazer", afirmou Swaminathan. A menor eficácia da vacina da AstraZeneca, de 62% em alguns casos, não foi vista como um problema, ainda ficando acima do padrão mínimo estabelecido. Durante a coletiva, foi reforçado que a OMS espera atingir a imunização por meio de mais de uma vacina.
"Conseguimos o apoio político do G20 para a distribuição global das vacinas, esperamos também o financeiro", afirmou o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom. Segundo ele, são necessários no momento US$ 4,3 bilhões para a iniciativa de entrega de imunizantes, valor que será de US$ 23,8 bilhões em 2021. As soluções bem aplicadas e de forma rápida poderiam gerar um incremento na renda global de US$ 9 trilhões até o final de 2025, afirmou, citando estudo do Fundo Monetário Internacional (FMI).
 
Agência Estado
Comentários CORRIGIR TEXTO