Porto Alegre, domingo, 22 de novembro de 2020.
Dia do Músico.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
domingo, 22 de novembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

RELAÇÕES EXTERIORES

- Publicada em 15h16min, 22/11/2020. Atualizada em 15h25min, 22/11/2020.

G20: Ação global, solidariedade e cooperação são mais necessárias que nunca

Secretário-geral da Organização das Nações Unidas, António Guterres, falou com os líderes do G20

Secretário-geral da Organização das Nações Unidas, António Guterres, falou com os líderes do G20


ONU/Twitter/Reprodução/JC
Os líderes do G20, o grupo das 20 maiores economias do globo, reunidos no encontro virtual da cúpula da organização, sediado em Riad, na Arábia Saudita, afirmaram que o contexto provocado pela pandemia da Covid-19 exige mais do que nunca ação global coordenada, solidariedade e cooperação multilateral entre os países. As afirmações estão no comunicado da reunião, divulgado pela organização há pouco.
Os líderes do G20, o grupo das 20 maiores economias do globo, reunidos no encontro virtual da cúpula da organização, sediado em Riad, na Arábia Saudita, afirmaram que o contexto provocado pela pandemia da Covid-19 exige mais do que nunca ação global coordenada, solidariedade e cooperação multilateral entre os países. As afirmações estão no comunicado da reunião, divulgado pela organização há pouco.
Segundo os líderes, a união de forças é necessária tanto para superar os desafios do cenário atual quanto para criar oportunidades para todos. "Estamos comprometidos em liderar o mundo na formação de uma era pós-covid-19 forte, sustentável, equilibrada e inclusiva", afirma o comunicado.
No texto, os líderes lembram que a pandemia causou um choque sem paralelos na sociedade e na economia, e que revelou vulnerabilidades na capacidade de resposta dos países. Neste sentido, o G20 afirma que seguirá dando apoio aos países sem medir esforços, dando suporte "em especial aos mais vulneráveis". Ao mesmo tempo, o grupo afirma que o foco será trazer as economias de volta ao caminho do crescimento.
"Continuamos determinados a dar suporte a todos os países em desenvolvimento e menos desenvolvidos enquanto eles enfrentam os efeitos entrelaçados em termos sanitários, econômicos e sociais da covid-19", comenta o texto. O G20 reitera que mobilizou recursos para atender às necessidades imediatas de financiamento da saúde em termos globais, para ajudar no desenvolvimento de testes, tratamentos e vacinas contra a pandemia.
O grupo se compromete ainda a seguir dando suporte às necessidades remanescentes de financiamento global, e comenta que são bem-vindos os esforços dos bancos de fomento multilaterais, especialmente no sentido de dar amplo acesso à imunização contra a covid. "Reconhecemos o papel da imunização extensiva como um bem público global."
Agência Estado
Comentários CORRIGIR TEXTO