Porto Alegre, sexta-feira, 13 de novembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 13 de novembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Relações internacionais

- Publicada em 09h38min, 13/11/2020. Atualizada em 15h12min, 13/11/2020.

China cumprimenta Joe Biden por vitória eleitoral nos Estados Unidos

Bolsonaro e Vladimir Putin, entretanto, ainda não parabenizaram democrata

Bolsonaro e Vladimir Putin, entretanto, ainda não parabenizaram democrata


ROBERTO SCHMIDT/AFP/JC
O Ministério das Relações Exteriores da China parabenizou nesta sexta-feira (13) o presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, e a vice-presidente eleita do país, Kamala Harris, pela vitória na eleição presidencial norte-americana de 3 de novembro, cujo resultado o atual presidente dos EUA, Donald Trump, se recusa a reconhecer.
O Ministério das Relações Exteriores da China parabenizou nesta sexta-feira (13) o presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, e a vice-presidente eleita do país, Kamala Harris, pela vitória na eleição presidencial norte-americana de 3 de novembro, cujo resultado o atual presidente dos EUA, Donald Trump, se recusa a reconhecer.
"Respeitamos a escolha do povo americano. Ampliamos as congratulações ao senhor Biden e à senhora Harris", disse o porta-voz do ministério chinês Wang Wenbin em uma entrevista coletiva de rotina. "Entendemos que os resultado da eleição norte-americana será determinado de acordo com as leis e procedimento norte-americanos", acrescentou.
Agência Brasil
Comentários CORRIGIR TEXTO