Porto Alegre, sexta-feira, 06 de novembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 06 de novembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Estados Unidos

- Publicada em 17h16min, 06/11/2020.

Eleições EUA: Trump diz que processo de contagem seguirá todos os aspectos da lei

Trump volta a questionar a apuração dos votos da eleição presidencial norte-americana

Trump volta a questionar a apuração dos votos da eleição presidencial norte-americana


CHIP SOMODEVILLA/GETTY IMAGES/AFP/JC
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, divulgou um comunicado nesta sexta-feira (6) em que voltou a questionar a apuração dos votos da eleição presidencial norte-americana. "Seguiremos esse processo em todos os aspectos da lei para garantir que o povo tenha confiança em nosso governo", diz a nota, divulgada pela campanha à reeleição do republicano.
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, divulgou um comunicado nesta sexta-feira (6) em que voltou a questionar a apuração dos votos da eleição presidencial norte-americana. "Seguiremos esse processo em todos os aspectos da lei para garantir que o povo tenha confiança em nosso governo", diz a nota, divulgada pela campanha à reeleição do republicano.
Na quinta-feira (5), sem apresentar provas ou evidências, Trump acusou os democratas de tentarem "roubar" a eleição e afirmou haver "fraude" na apuração. "Desde o início, dissemos que todas as cédulas legais devem ser contadas e todas as cédulas ilegais não devem ser contadas, mas temos encontrado resistência a esse princípio básico por parte dos democratas em todas as ocasiões", escreveu o chefe da Casa Branca.
"Acreditamos que o povo norte-americano merece ter total transparência em todas as contagens de votos e certificação eleitoral, e que não se trata mais de uma única eleição. Trata-se da integridade de todo o nosso processo eleitoral", acrescentou Trump.
Após assumir a liderança na apuração de votos na Pensilvânia e na Geórgia, o democrata Joe Biden está a um passo da vitória, mas ainda não houve confirmação porque a apuração dos votos continua. Além disso, Trump já indicou que pode levar a batalha judicial sobre o resultado da eleição para a Suprema Corte.
Comentários CORRIGIR TEXTO