Porto Alegre, terça-feira, 03 de novembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
terça-feira, 03 de novembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Estados Unidos

- Publicada em 21h04min, 03/11/2020.

Eleições EUA: 'Se o resultado na Flórida sai e sou o vencedor, acabou', diz Biden

Biden se mostrou surpreso com o fato de que estados tradicionalmente republicanos, como o Texas, estejam em disputa

Biden se mostrou surpreso com o fato de que estados tradicionalmente republicanos, como o Texas, estejam em disputa


ANGELA WEISS/AFP/JC
O candidato democrata, Joe Biden, afirmou a repórteres em sua cidade natal de Wilmington, no estado de Delaware, na noite nesta terça-feira (3), que uma vitória na Flórida significaria também um triunfo nas eleições presidenciais dos EUA.
O candidato democrata, Joe Biden, afirmou a repórteres em sua cidade natal de Wilmington, no estado de Delaware, na noite nesta terça-feira (3), que uma vitória na Flórida significaria também um triunfo nas eleições presidenciais dos EUA.
"Se os resultados da Flórida chegarem e mostrarem que eu ganhei, é isso. Acabou. Se eu não ganhar, tem a contagem dos votos antecipados, e devemos nos sair bem em outros estados", disse. "Tenho um bom pressentimento sobre isso."
Biden também se mostrou surpreso com o fato de que estados tradicionalmente republicanos, como o Texas, estejam em disputa. "Não dá para lembrar de uma eleição recente em que tantos estados estavam indefinidos. A ideia de que eu possa vencer no Texas, Geórgia, Carolina do Norte, Flórida. Falando sério, Texas!?", disse ele, em tom de brincadeira.
O ex-vice-presidente também se mostrou incerto sobre uma vitória, afirmando ser supersticioso sobre prever um resultado da eleição. Ele afirmou confiar no "comparecimento esmagador" dos eleitores na maioria dos estados. "Há tanta coisa em jogo agora... Veremos. Se houver algo para falar esta noite, eu falarei. Se não, vou esperar até que os votos sejam contados no dia seguinte", disse Biden.
Sobre a possibilidade de seu adversário, o presidente Donald Trump, declarar vitória na noite desta terça-feira, antes da conclusão da contagem dos votos, Biden diz que não se sente impelido a responder o republicano. "Dependerá do que ele disser e como disser."
"Os presidentes não podem determinar quais votos são contados ou não e, você sabe, os eleitores determinam quem é o presidente", disse Biden. "Não importa o que ele faça ou diga, os votos serão contados."
Comentários CORRIGIR TEXTO