Porto Alegre, quarta-feira, 07 de outubro de 2020.
Dia do Compositor.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 07 de outubro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Estados Unidos

- Publicada em 08h40min, 07/10/2020.

Biden: Trump 'deu as costas' a americanos ao suspender negociação de pacote

Candidato democrata (d) se referia a negociações em Washington por mais estímulos à economia

Candidato democrata (d) se referia a negociações em Washington por mais estímulos à economia


JIM WATSON, SAUL LOEB/AFP/JC
O candidato do Partido Democrata à presidência dos Estados Unidos, Joe Biden, disse que seu rival na disputa, o presidente Donald Trump, "deu as costas" para a população ao suspender as negociações em Washington por mais estímulos à economia, em meio à crise gerada pela pandemia de Covid-19. "Ele encerrou tratativas que levariam ajuda para nossas empresas e escolas, para famílias em dificuldade e para os desempregados - que teriam preservado centenas de milhares de empregos", escreveu o ex-vice de Barack Obama em um comunicado.
O candidato do Partido Democrata à presidência dos Estados Unidos, Joe Biden, disse que seu rival na disputa, o presidente Donald Trump, "deu as costas" para a população ao suspender as negociações em Washington por mais estímulos à economia, em meio à crise gerada pela pandemia de Covid-19. "Ele encerrou tratativas que levariam ajuda para nossas empresas e escolas, para famílias em dificuldade e para os desempregados - que teriam preservado centenas de milhares de empregos", escreveu o ex-vice de Barack Obama em um comunicado.
Nessa terça-feira, Trump instruiu os republicanos a paralisar as negociações até depois das eleições presidenciais de 3 de novembro. O líder da Casa Branca também afirmou que o montante de US$ 2,4 trilhões em estímulos, proposto pela presidente da Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi, serviria para resgatar estados democratas "mal administrados e com alto índice de criminalidade".
Biden, que lidera as intenções de voto nacionalmente, também criticou o fato de Trump ter dito que o Senado deve focar agora na aprovação da juíza Amy Coney Barrett para a Suprema Corte. "Se você está desempregado, se seu negócio está fechado, se a escola de seu filho está fechada, se você está vendo demissões em sua comunidade, Donald Trump decidiu hoje que nada disso importa para ele", declarou o democrata.
Agência Estado
Comentários CORRIGIR TEXTO