Porto Alegre, terça-feira, 08 de setembro de 2020.
Dia Mundial da Alfabetização.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
terça-feira, 08 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Reino Unido

- Publicada em 15h37min, 08/09/2020.

Príncipe Harry e Meghan Markle doam valor de reforma em residência oficial para fundo britânico

Duques de Sussex, que estão vivendo na Califórnia, irão produzir uma série de documentários sobre a natureza para a Netflix

Duques de Sussex, que estão vivendo na Califórnia, irão produzir uma série de documentários sobre a natureza para a Netflix


CREDITO DEAN LEWINS/POOL/AFP/JC
O príncipe Harry, 35 anos, e a mulher dele, Meghan Markle, 39 anos, doaram 2,4 milhões de libras (cerca de R$ 16,75 milhões) aos cofres públicos britânicos. O casal havia assumido o compromisso de devolver o dinheiro gasto com a reforma da residência deles no Reino Unido quando anunciaram, em janeiro, que estavam renunciando aos títulos de nobreza.
O príncipe Harry, 35 anos, e a mulher dele, Meghan Markle, 39 anos, doaram 2,4 milhões de libras (cerca de R$ 16,75 milhões) aos cofres públicos britânicos. O casal havia assumido o compromisso de devolver o dinheiro gasto com a reforma da residência deles no Reino Unido quando anunciaram, em janeiro, que estavam renunciando aos títulos de nobreza.
As obras no Frogmore Cottage, um chalé que fica dentro do terreno do Castelo de Windsor, em Londres, foram sido criticadas por diversos meios de comunicação britânicos pelo custo elevado.
Os duques de Sussex se mudaram para a Califórnia (EUA), mas continuarão usando o Frogmore Cottage quando estiverem na Inglaterra. Esse foi um dos termos do acordo que eles firmaram com a rainha Elizabeth II, a avó de Harry, quando ela aceitou o afastamento dos dois da família real.
"Uma contribuição foi feita para o Subsídio Soberano pelo Duque de Sussex", informou um porta-voz do casal, referindo-se ao fundo usado para financiar a monarquia britânica. "Esta contribuição originalmente oferecida pelo príncipe Harry cobriu totalmente os custos de renovação necessários do Frogmore Cottage, uma propriedade de Sua Majestade, a Rainha, e continuará sendo a residência do duque e de sua família no Reino Unido."
O reembolso ocorre no momento em que Harry e Meghan tentam obter independência financeira. Na semana passada, eles anunciaram um contrato com a Netflix para produzir conteúdo para a plataforma de streaming. Segundo fonte citada pela agência de notícias britânica PA, o reembolso foi possível justamente por causa do contrato multimilionário que o casal assinou com a plataforma de vídeo.
Os valores do contrato com a Netflix não foram divulgados. A ideia é que eles produzam filmes, documentários e séries de ficção para a plataforma de vídeo sob demanda. Segundo a Netflix, o casal já tem vários projetos em andamento, incluindo uma série de documentários sobre a natureza e uma série de animação dedicada a mulheres com destinos fantásticos.
Antes disso, a maior parte da renda deles vinha do príncipe Charles, pai de Harry e herdeiro do trono britânico. Harry é o sexto na ordem de sucessão ao trono britânico. O casal foi criticado por tentar capitalizar a fama e a nobreza, enquanto se recusava a assumir as atividades formais e representativas da família real britânica.
Comentários CORRIGIR TEXTO