Porto Alegre, sábado, 18 de julho de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sábado, 18 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

União Europeia

- Publicada em 17h21min, 10/07/2020. Alterada em 17h21min, 10/07/2020.

UE propõe "fundo Brexit" em nova proposta de orçamento e plano de recuperação

Minha proposta revisada está firmemente fundamentada nas prioridades da UE, disse o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel

Minha proposta revisada está firmemente fundamentada nas prioridades da UE, disse o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel


YVES HERMAN/POOL/AFP/JC
O Conselho Europeu, órgão máximo da União Europeia (UE), propôs, nesta sexta-feira (10), a criação de um fundo de US$ 5 bilhões como proteção a eventuais problemas envolvendo o Brexit. Também foi anunciada uma proposta revisada para o orçamento plurianual do bloco e para o plano de recuperação da economia local, atingida pela crise do novo coronavírus. O plano foi batizado de "Próxima Geração".
O Conselho Europeu, órgão máximo da União Europeia (UE), propôs, nesta sexta-feira (10), a criação de um fundo de US$ 5 bilhões como proteção a eventuais problemas envolvendo o Brexit. Também foi anunciada uma proposta revisada para o orçamento plurianual do bloco e para o plano de recuperação da economia local, atingida pela crise do novo coronavírus. O plano foi batizado de "Próxima Geração".
O detalhamento dos programas ainda precisa ser aprovado no Parlamento Europeu, mas já embalou os mercados europeus e reduziu as perdas no pré-mercado acionário norte-americano durante a manhã.
Para o orçamento de 2021-2027, o Conselho Europeu propõe 1,074 trilhão de euros. "Minha proposta revisada está firmemente fundamentada em nossas prioridades da UE - transformação climática, agenda digital, valores europeus e uma Europa mais forte no mundo", afirmou o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel.
Já o "Próxima Geração" deveria receber 750 bilhões de euros, sendo 500 bilhões em subsídios e 250 bilhões em linhas de financiamento, como acordado junto à Comissão Europeia, órgão executivo do bloco. Os outros 540 bilhões de euros corresponderiam ao que foi chamado de "rede de proteção para trabalhadores, empresários e Estados-membros".
Também foi proposto um fundo de US$ 5 bilhões para o Brexit. "Criaríamos essa reserva para combater as consequências imprevistas nos Estados-membros e em setores mais afetados", afirmou Charles Michel. A UE tem alertado que as negociações de um acordo comercial com o Reino Unido estão lentas e que a formalização de um pacto para vigorar já em 2021 - ou seja, quando vence o chamado período de transição do Brexit - está cada dia mais difícil.
Comentários CORRIGIR TEXTO