Porto Alegre, sábado, 13 de junho de 2020.
Dia do Turismo / Turista.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sábado, 13 de junho de 2020.
Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

México

13/06/2020 - 15h25min. Alterada em 13/06 às 15h25min

México se prepara para reabrir negócios em metade do país em meio à pandemia

O México começou a definir datas para a reabertura de negócios em metade do país na próxima semana, mesmo com os aumentos na sexta-feira de 5.222 na quantidade de casos e de 504 no número de mortes.
O México começou a definir datas para a reabertura de negócios em metade do país na próxima semana, mesmo com os aumentos na sexta-feira de 5.222 na quantidade de casos e de 504 no número de mortes.
O total de casos confirmados agora no país é de 139.196, e o de mortes é de quase 16.450. O governo federal anunciou que a partir de segunda-feira, metade dos 32 Estados do México poderá iniciar uma reabertura limitada de hotéis e restaurantes e uma reabertura mais ampla de mercados. Fábricas podem retomar as operações se tomarem medidas de segurança.
O plano se baseia em um esquema de quatro cores, no qual os Estados com as piores condições são de cor vermelha e os que estão fazendo progressos são laranja. Os Estados acabariam mudando para amarelo e depois verde à medida que as condições melhorassem.
Os Estados a reabrir são aqueles que apresentam taxas decrescentes de hospitalizações pelo novo coronavírus, taxas mais baixas de infecção e proporções aceitáveis de leitos hospitalares disponíveis. Estão incluídos Estados que abrigam resorts como Cancún e Los Cabos, mas não Huatulco ou Acapulco.
A Cidade do México é de longe a parte mais atingida do país e não foi incluída na lista federal de Estados que poderão reabrir. Mas o governo da Cidade do México anunciou na sexta-feira seu próprio plano de reabertura que começará na próxima semana. Isso envolve a eliminação das restrições à condução de veículos e a retomada de indústrias e negócios locais se atenderem aos padrões sanitários.
Comentários