Porto Alegre, terça-feira, 09 de junho de 2020.
Dia do Porteiro. Dia do Tenista.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
terça-feira, 09 de junho de 2020.
Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

Estados Unidos

Notícia da edição impressa de 09/06/2020. Alterada em 08/06 às 20h08min

Cidade de Nova York começa reabertura após três meses

Previsão era de que 400 mil moradores voltassem ao trabalho nesta segunda-feira

Previsão era de que 400 mil moradores voltassem ao trabalho nesta segunda-feira


ANGELA WEISS/AFP/JC
Nova York começa a relaxar a quarentena. Nesta segunda-feira (8), a previsão era de que 400 mil moradores voltassem ao trabalho, no primeiro dia da reabertura da maior cidade dos Estados Unidos, após três meses de restrições para conter a propagação do novo coronavírus. A retomada das atividades na construção civil, assim como em fábricas e lojas de varejo, é o primeiro passo em direção ao retorno à normalidade.
Nova York começa a relaxar a quarentena. Nesta segunda-feira (8), a previsão era de que 400 mil moradores voltassem ao trabalho, no primeiro dia da reabertura da maior cidade dos Estados Unidos, após três meses de restrições para conter a propagação do novo coronavírus. A retomada das atividades na construção civil, assim como em fábricas e lojas de varejo, é o primeiro passo em direção ao retorno à normalidade.
Autoridades estaduais e municipais disseram estar otimistas depois que a capacidade de testagem aumentou e o número de novos casos de Covid-19 caiu pela metade nos últimos dias - a cifra atual gira em torno de 500 infecções diárias.
O governador do estado de Nova York, Andrew Cuomo, afirmou que serão testadas 35 mil pessoas na cidade diariamente, como forma de monitorar a situação da doença. Antes epicentro da pandemia nos EUA, Nova York concentra mais de 20% das quase 2 milhões de mortes por Covid-19 no país, com ao menos 21.844 óbitos e 203.819 infecções registradas.
Grande parte do estado de Nova York já passou para a segunda fase do plano de retomada, mas, devido - entre outros aspectos - aos protestos antirracismo que levaram milhares de pessoas às ruas, algumas autoridades de saúde consideram a reabertura da cidade um pouco precipitada.
Comentários