Porto Alegre, terça-feira, 17 de março de 2020.
Dia Internacional da Marinha. Dia de São Patrício.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

Estados Unidos

17/03/2020 - 13h39min. Alterada em 17/03 às 13h39min

Ohio cancela prévia dos Democratas em razão do coronavírus

O coronavírus já afetou a campanha eleitoral americana

O coronavírus já afetou a campanha eleitoral americana


WIN MCNAMEE/GETTY IMAGES NORTH AMERICA/AFP/JC
Mesmo diante da pandemia de coronavírus, o Partido Democrata realiza nesta terça-feira (17), primárias em três Estados: Flórida, Arizona e Illinois. Em Ohio, que faria a quarta prévia do dia, o governador Mike DeWine ordenou o fechamento dos locais de votação, contrariando uma decisão da Justiça que dizia que o pleito deveria seguir normalmente.
Mesmo diante da pandemia de coronavírus, o Partido Democrata realiza nesta terça-feira (17), primárias em três Estados: Flórida, Arizona e Illinois. Em Ohio, que faria a quarta prévia do dia, o governador Mike DeWine ordenou o fechamento dos locais de votação, contrariando uma decisão da Justiça que dizia que o pleito deveria seguir normalmente.
DeWine, que é republicano, afirmou que a diretora de saúde do Estado, Doutora Amy Acton, havia emitido o pedido com base em preocupações de que o surto de coronavírus colocasse eleitores e trabalhadores em risco em potencial.
O anúncio do cancelamento das eleições foi feito poucas horas depois que o juiz Richard A. Frye, do Tribunal de Comuns do Condado de Franklin, rejeitou o pedido do Estado de adiar a votação para 2 de junho. Ohio já registra 50 casos de coronavírus, segundo dados oficiais.
"Durante esse período em que enfrentamos uma crise de saúde pública sem precedentes, a realização de uma eleição amanhã forçaria os trabalhadores e eleitores a se colocarem em um risco inaceitável para a saúde de contrair o vírus da coronavírus", disse DeWine.
O Estado da Geórgia já remarcou suas primárias para o dia 24 de março. A Louisiana, para o dia 4 de abril. O Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) recomendou o cancelamento de todos os eventos com mais de 50 indivíduos. Na segunda-feira, 16, autoridades americanas pediram para que a população evite reuniões com mais de 10 pessoas.
O coronavírus já afetou a campanha eleitoral americana. No domingo, o senador Bernie Sanders e o ex-vice-presidente Joe Biden realizaram um debate a portas fechadas. Durante o enfrentamento, os dois prometeram escolher uma mulher como vice-presidente. Na segunda-feira, ambos optaram por eventos virtuais, sem contato com os eleitores. (Com agências internacionais).