Porto Alegre, domingo, 23 de fevereiro de 2020.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

Estados Unidos

23/02/2020 - 18h59min. Alterada em 23/02 às 19h00min

Sanders vence prévia democrata de Nevada

Apuração mostrava senador de Vermont com 46,2%, seguido por Joe Biden, com 23,6%

Apuração mostrava senador de Vermont com 46,2%, seguido por Joe Biden, com 23,6%


Paul Ratje/AFP/JC
Favorito até agora nas prévias democratas para escolher quem concorrerá à Casa Branca contra o republicano Donald Trump, o senador progressista Bernie Sanders venceu com folga no sábado (22) em Nevada, de acordo com projeções. Foi a primeira grande prévia democrata no Oeste do país e a segunda realizada por caucus - espécie de assembleia de eleitores na qual a votação se dá por aglomeração.
Favorito até agora nas prévias democratas para escolher quem concorrerá à Casa Branca contra o republicano Donald Trump, o senador progressista Bernie Sanders venceu com folga no sábado (22) em Nevada, de acordo com projeções. Foi a primeira grande prévia democrata no Oeste do país e a segunda realizada por caucus - espécie de assembleia de eleitores na qual a votação se dá por aglomeração.
A ampla margem sobre os adversários permitiu que Sanders fosse apontado vencedor mesmo com a apuração em ritmo lento. Às 00h25min de domingo (23) em Brasília, com 23% dos votos computados, o senador de Vermont tinha 46,2%, seguido por Joe Biden, com 23,6%. O terceiro lugar ficou com Pete Buttigieg (13,9), que se alternou nas duas primeiras posições nas prévias iniciais. Em seguida vinha Elizabeth Warren (8,9%).
Apesar da derrota, o desempenho do ex-vice-presidente dos EUA no governo Obama sinaliza uma recuperação, já que Biden largou como um dos favoritos e decepcionou ao ficar em quarto e quinto nas duas prévias anteriores, em Iowa e New Hampshire.
A apuração no estado levou em conta não só as pessoas que compareceram no sábado para os caucus, mas também as que fizeram parte de uma votação antecipada, que durou quatro dias e teve a participação de cerca de 75 mil democratas - mais da metade deles votando pela primeira vez. Estavam em disputa 36 dos 3.979 delegados que vão à convenção nacional do partido, em julho, escolher o candidato da sigla à presidência.
Apesar de o número representar menos de 1% do total de delegados, a votação no estado é considerada uma etapa importante desse momento das prévias por causa da maior diversidade de eleitores da região. Com 3 milhões de habitantes, quase 30% deles latinos e 10%, negros, Nevada interrompe a demografia predominantemente branca de Iowa e New Hampshire, e o resultado por lá pode antecipar a temperatura das votações durante a chamada Super Terça, em 3 de março, quando 14 estados realizam suas primárias ao mesmo tempo.
A próxima prévia será no dia 29, na Carolina do Sul. O escolhido dos democratas só sairá em julho, após todas as prévias.