Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 23 de janeiro de 2020.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Saúde

Alterada em 23/01 às 09h03min

Total de mortos pelo coronavírus sobe para 25 na China

Chineses utilizam máscaras para evitar o contágio; febre e tosse seca são sintomas

Chineses utilizam máscaras para evitar o contágio; febre e tosse seca são sintomas


VIVEK PRAKASH/AFP/JC
O número de mortes decorrentes de infecção pelo novo tipo de coronavírus detectado na China aumentou para 25, segundo informaram nesta quinta-feira (23) autoridades chinesas. O total de pessoas afetadas já é superior a 610.
O número de mortes decorrentes de infecção pelo novo tipo de coronavírus detectado na China aumentou para 25, segundo informaram nesta quinta-feira (23) autoridades chinesas. O total de pessoas afetadas já é superior a 610.
Duas cidades chinesas estão atualmente em quarentena. Além de Wuhan, também foi isolada Huanggang, a cerca de 65 quilômetros. Nessas duas cidades chinesas em quarentena, os transportes públicos foram suspensos e os restaurantes, os cinemas e diversos espaços públicos foram fechados, de forma a evitar a propagação do vírus.
Integrante de uma equipe de especialistas a serviço de órgãos governamentais de saúde da China, Gao Zhancheng informou que é, em média, de sete dias o período de incubação do novo coronavírus, considerado o causador do surto de pneumonia no país. Zhancheng fez a afirmação em entrevista a um programa da Televisão Central da China, transmitido na terça-feira (21).
O médico declarou que, com base nos casos confirmados até agora, pessoas infectadas com o vírus levam alguns dias, mas não mais do que 12, para desenvolver sintomas. Explicou que os sintomas confirmados até o momento são principalmente febre e tosse seca. Ele acrescentou que pacientes passaram a ter falta de ar e dor no peito de três a cinco dias após o início da infecção. Alguns tiveram problemas respiratórios ou outros sintomas.
Autoridades sanitárias chinesas estão enfrentando críticas sobre sua resposta inicial à nova variante do coronavírus. Em entrevista na quarta-feira (22), as autoridades prometeram garantir transparência de informações sobre o surto. O jornal chinês Beijing News acusou as autoridades, nas redes sociais, de não informarem rapidamente a população sobre a infecção de profissionais da saúde. Disse que se autoridades tivessem partido do pressuposto do pior cenário possível e reagido de maneira adequada, o vírus talvez não tivesse se espalhado com tanta rapidez. A população chinesa também está levando suas críticas à internet.Algumas pessoas comentaram que a polícia, na cidade de Wuhan, revelou neste mês que oito pessoas circularam informações falsas na internet sobre a propagação do vírus. 
Agência Brasil
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia