Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 14 de janeiro de 2020.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Oriente Médio

14/01/2020 - 18h17min. Alterada em 14/01 às 18h17min

Vários foguetes caem perto de base iraquiana com tropas dos EUA

Outros ataques também tiveram como alvo bases que abrigam militares americanos

Outros ataques também tiveram como alvo bases que abrigam militares americanos


AHMAD AL-RUBAYE/AFP/JC
Ao menos dois foguetes Katyusha atingiram nesta terça-feira (14), a base militar de Camp Taji, localizada em Al Taji, a cerca de 20 quilômetros ao norte de Bagdá e onde há tropas de Iraque e Estados Unidos.
Ao menos dois foguetes Katyusha atingiram nesta terça-feira (14), a base militar de Camp Taji, localizada em Al Taji, a cerca de 20 quilômetros ao norte de Bagdá e onde há tropas de Iraque e Estados Unidos.
Esse tipo de ataque tornou-se mais frequente em bases iraquianas com presença de tropas americanas desde que o governo dos EUA matou o general iraniano Qassim Suleimani, chefe da Força Quds, unidade especial da Guarda Revolucionária do Irã, em um ataque em Bagdá no último dia 3.
Antes da morte de Suleimani, outros ataques, com menor frequência, também tiveram como alvo bases que abrigam militares americanos. A de Al Tayi, por exemplo, já tinha sido atingida por foguetes Katyusha em maio e junho do ano passado. (Com agências internacionais)
Estadão Conteúdo
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia