Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 15 de janeiro de 2020.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Paquistão

Edição impressa de 15/01/2020. Alterada em 15/01 às 03h00min

Corte do Paquistão anula pena de morte de ex-presidente

Um tribunal no Paquistão anulou, na segunda-feira, a sentença de morte contra o ex-presidente Pervez Musharraf, alegando que a corte especial que o declarou culpado de alta traição, no ano passado, era inconstitucional.
Um tribunal no Paquistão anulou, na segunda-feira, a sentença de morte contra o ex-presidente Pervez Musharraf, alegando que a corte especial que o declarou culpado de alta traição, no ano passado, era inconstitucional.
A sentença de Musharraf, que vive exilado em Dubai, foi a primeira do gênero contra um ex-chefe das Forças Armadas, organização na qual os militares exercem grande influência e os oficiais são considerados imunes a ações judiciais. O Ministério Público pode, agora, apresentar uma nova denúncia.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia