Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 10 de janeiro de 2020.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

oriente médio

Alterada em 10/01 às 17h49min

Militares americanos tentaram matar outro general iraniano, mas falharam

Ao mesmo tempo em que mataram o general Qassim Suleimani na semana passada, militares americanos atacaram outro comandante militar iraniano no Iêmen, Abdul Reza Shahlai, mas falharam, disseram autoridades dos Estados Unidos.
Ao mesmo tempo em que mataram o general Qassim Suleimani na semana passada, militares americanos atacaram outro comandante militar iraniano no Iêmen, Abdul Reza Shahlai, mas falharam, disseram autoridades dos Estados Unidos.
Detalhes sobre a operação contra Shahlai foram mantidos em sigilo. Embora sua morte tenha sido relatada por algumas contas de mídia social, oficiais dos EUA disseram que ele ainda está vivo. As autoridades não disseram se os EUA tentaram matá-lo em um ataque de drone ou em uma operação em terra.
Um porta-voz do Comando Central dos EUA se recusou a comentar. A operação foi relatada pela primeira vez pelo Washington Post.
Estadão Conteúdo
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia