Porto Alegre, sexta-feira, 24 de julho de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 24 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Alemanha

- Publicada em 03h20min, 05/12/2019. Atualizada em 03h00min, 05/12/2019.

Alemanha expulsa diplomatas da Rússia

A Alemanha expulsou dois diplomatas russos, em retaliação ao que o governo alemão viu como a recusa de Moscou em cooperar na investigação do homicídio de Zelimkhan Khangoshvili, ex-rebelde checheno com nacionalidade da Geórgia que foi morto à luz do dia em 23 de agosto, em um parque em Berlim. Os promotores vincularam o Kremlin ao assassinato.
A Alemanha expulsou dois diplomatas russos, em retaliação ao que o governo alemão viu como a recusa de Moscou em cooperar na investigação do homicídio de Zelimkhan Khangoshvili, ex-rebelde checheno com nacionalidade da Geórgia que foi morto à luz do dia em 23 de agosto, em um parque em Berlim. Os promotores vincularam o Kremlin ao assassinato.
Os dois diplomatas que atuavam na embaixada russa na capital alemã foram declarados persona non grata ontem. Com isso, precisarão sair imediatamente do país. Os dois trabalhavam para o serviço secreto russo, segundo uma graduada autoridade alemã. A Alemanha, porém, busca preservar as relações econômicas com Moscou, a fim de salvaguardar seus estoques de energia. A Rússia havia dito que retaliaria após as expulsões.
Comentários CORRIGIR TEXTO