Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 01 de dezembro de 2019.
Dia Mundial de Luta contra a Aids.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

méxico

01/12/2019 - 10h23min. Alterada em 01/12 às 10h23min

Tiroteio perto da fronteira do México com EUA deixa 14 mortos

Ao menos 14 pessoas morreram durante um tiroteio no sábado (30) em Villa Union, cidade mexicana do estado de Coahuila, na fronteira com os Estados Unidos.
Ao menos 14 pessoas morreram durante um tiroteio no sábado (30) em Villa Union, cidade mexicana do estado de Coahuila, na fronteira com os Estados Unidos.
De acordo com o governador Miguel Angel Riquelme, o ataque foi realizado por integrantes do Cartel Del Noroeste, que chegaram na cidade em caminhonetes, por volta do meio-dia, e atiraram contra prédios públicos, entre eles a prefeitura de Villa Union.
Quatro policiais morreram e outros seis ficaram feridos na ação. Há também um número não especificado de pessoas desaparecidas, afirmou o governador.
Riquelme disse ainda que o estado agiu "decisivamente" para combater os membros do cartel.
O tiroteio ocorreu quatro dias após a divulgação de entrevista do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, na qual ele afirma que pretende classificar os cartéis de drogas do México como grupos terroristas.
Em resposta, o presidente mexicano, Andrés Manuel López Obrador, disse na sexta-feira (29) que não aceitaria nenhuma intervenção estrangeira no combate às gangues.
Folhapress
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia