Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 21 de novembro de 2019.
Dia Mundial da Televisão. Dia da Homeopatia e Dia do Homeopata.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

relações internacionais

21/11/2019 - 08h22min. Alterada em 21/11 às 08h22min

Trump quer que China faça mais concessões para fechar acordo comercial

O presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, exigiu que a China faça mais concessões se for para as duas maiores economias do mundo concluírem a "primeira fase" de um acordo comercial. Segundo a imprensa americana, um acordo não deve ser fechado até o final deste ano.
O presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, exigiu que a China faça mais concessões se for para as duas maiores economias do mundo concluírem a "primeira fase" de um acordo comercial. Segundo a imprensa americana, um acordo não deve ser fechado até o final deste ano.
"A China deseja fechar um acordo comercial muito mais do que eu. Não acho que os chineses estejam atingindo o nível que quero", disse Trump nessa quarta-feira (20).
Órgãos de imprensa dos Estados Unidos informaram que Washington quer que Pequim adote medidas estruturais abrangentes, como, por exemplo, proteção dos direitos de propriedade intelectual, antes de concordar com o pedido do lado chinês para a redução de algumas tarifas.
A notícia fez com que os preços das ações em Tóquio reagissem fortemente. Hoje de manhã, o índice Nikkei chegou a cair 1,8% em determinado momento por causa de crescentes preocupações comerciais.
Agência Brasil
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia