Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 05 de novembro de 2019.
Dia Nacional da Cultura, Dia do Cinema Brasileiro e Dia do Designer.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Reino Unido

Edição impressa de 05/11/2019. Alterada em 05/11 às 03h00min

Vietnã faz prisões ligadas a caminhão encontrado com 39 corpos na Inglaterra

Oito pessoas foram presas no Vietnã por suspeita de envolvimento na morte de 39 pessoas - 31 homens e oito mulheres -, cujos corpos foram encontrados no dia 23 de outubro em um caminhão refrigerado em uma zona industrial em Essex, nos arredores de Londres. A polícia disse que está em curso uma investigação para desmantelar as redes de imigração ilegal que transportam pessoas para o Reino Unido. Segundo autoridades da província de Nghe An (centro), de onde seriam procedentes a maioria das vítimas, os detidos ontem estariam envolvidos com redes de traficantes.
Oito pessoas foram presas no Vietnã por suspeita de envolvimento na morte de 39 pessoas - 31 homens e oito mulheres -, cujos corpos foram encontrados no dia 23 de outubro em um caminhão refrigerado em uma zona industrial em Essex, nos arredores de Londres. A polícia disse que está em curso uma investigação para desmantelar as redes de imigração ilegal que transportam pessoas para o Reino Unido. Segundo autoridades da província de Nghe An (centro), de onde seriam procedentes a maioria das vítimas, os detidos ontem estariam envolvidos com redes de traficantes.
O governo do Vietnã classificou o episódio como uma "grave tragédia humanitária". "Estamos profundamente tristes e gostaríamos de apresentar as nossas mais profundas condolências às famílias das vítimas", disse o porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros do Vietnã, Le Thi Thu Hang.
O Vietnã apelou "aos países da região e do resto do mundo para que acelerem a sua cooperação no combate ao tráfico de seres humanos, a fim de evitar que uma tragédia do tipo se repita". Nos últimos dias, várias famílias vietnamitas relataram o desaparecimento de familiares que poderiam estar entre as 39 pessoas encontradas mortas no caminhão. Segundo a polícia britânica, a identificação das vítimas deve ser difícil, já que foram encontrados poucos documentos junto aos cadáveres.
O condutor, um norte-irlandês de 25 anos e identificado como Mo Robinson, foi acusado de 39 homicídio e tráfico de pessoas, entre outros crimes. Um segundo homem, identificado como Eamonn Harrison, de 22 anos, compareceu ontem a um tribunal de Dublin, na Irlanda, por suspeita de envolvimento nas mortes.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia