Porto Alegre, sexta-feira, 24 de julho de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 24 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Somália

- Publicada em 03h21min, 30/10/2019. Atualizada em 03h00min, 30/10/2019.

Somália é o país que menos pune crimes contra jornalistas

Na última década, a Somália - imersa em uma guerra civil desde 1991 - não processou nem encontrou culpados pelos assassinatos de 25 jornalistas, o que coloca o país africano no primeiro lugar entre as nações que menos punem quem mata profissionais de imprensa.
Na última década, a Somália - imersa em uma guerra civil desde 1991 - não processou nem encontrou culpados pelos assassinatos de 25 jornalistas, o que coloca o país africano no primeiro lugar entre as nações que menos punem quem mata profissionais de imprensa.
O Brasil, com 15 casos não solucionados, aparece em nono lugar de uma lista de 13 países. O resultado está no levantamento Índice de Impunidade Global, divulgado ontem pelo Comitê para a Proteção dos Jornalistas, uma organização sem fins lucrativos baseada em Nova Iorque. A Síria está em segundo lugar, impulsionada pela brutalidade tanto do Estado Islâmico quanto do regime de Bashar al-Assad.
Comentários CORRIGIR TEXTO