Porto Alegre, domingo, 26 de julho de 2020.
Dia dos Avós.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
domingo, 26 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Afeganistão

- Publicada em 03h22min, 18/09/2019. Atualizada em 03h00min, 18/09/2019.

Ação do Taliban durante comício presidencial deixa 24 mortos

Ataque na cidade de Parwan deixou pelo menos 31 feridos

Ataque na cidade de Parwan deixou pelo menos 31 feridos


WAKIL KOHSAR/AFP/JC
Pelo menos 30 pessoas morreram ontem no Afeganistão, em dois ataques reivindicados pelo Taliban. Um deles ocorreu perto do local em que o presidente Ashraf Ghani participava de um comício, na província de Parwan, e deixou 24 mortos e 31 feridos. O outro atentado foi realizado em Cabul, capital do país.
Pelo menos 30 pessoas morreram ontem no Afeganistão, em dois ataques reivindicados pelo Taliban. Um deles ocorreu perto do local em que o presidente Ashraf Ghani participava de um comício, na província de Parwan, e deixou 24 mortos e 31 feridos. O outro atentado foi realizado em Cabul, capital do país.
"Um homem-bomba em uma motocicleta se explodiu perto do primeiro posto de controle que dava acesso a um comício eleitoral na cidade de Charikar", explicou Nasrat Rahimi, porta-voz do ministério do Interior. Entre as vítimas, há mulheres e crianças.
A explosão ocorreu quando Ghani, que busca a reeleição, estava se dirigindo a seus partidários. O presidente e sua equipe saíram ilesos. O outro ataque foi no Centro de Cabul, perto da embaixada dos EUA, e deixou seis mortos e 14 feridos.
As eleições presidenciais estão marcadas para 28 de setembro. Os talibans anunciaram no início da campanha que fariam todo o possível para boicotar o pleito, e ameaçaram atingir quem for votar. "Não participe de comícios desta eleição de marionetes, porque todos esses eventos são nossos alvos militares", disse o grupo, no comunicado em que diz ser o autor dos ataques. "Se, apesar dos avisos, alguém se machucar, a culpa será da própria pessoa."
Comentários CORRIGIR TEXTO