Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 05 de setembro de 2019.
Dia da Amazônia.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Cazaquistão

Edição impressa de 05/09/2019. Alterada em 05/09 às 03h00min

Presidente vai apresentar plano para modernizar o Cazaquistão

O governo do Cazaquistão vai apresentar, no dia 7 de setembro, um plano de execução das medidas apresentadas pelo presidente Kassym-Jomart Tokayev em seu primeiro discurso sobre o Estado da Nação, ocorrido em 2 de setembro. Tokayev prometeu melhorar a administração pública, proteger os direitos dos cidadãos, diversificar a economia, apoiar micro e pequenas empresas, modernizar o sistema de seguridade social e desenvolver as vastas regiões do país.
O governo do Cazaquistão vai apresentar, no dia 7 de setembro, um plano de execução das medidas apresentadas pelo presidente Kassym-Jomart Tokayev em seu primeiro discurso sobre o Estado da Nação, ocorrido em 2 de setembro. Tokayev prometeu melhorar a administração pública, proteger os direitos dos cidadãos, diversificar a economia, apoiar micro e pequenas empresas, modernizar o sistema de seguridade social e desenvolver as vastas regiões do país.
Em seu discurso, Tokayev enfatizou a necessidade de educação de qualidade e instruiu aumentos salariais aos professores nos próximos quatro anos, começando com um reajuste de 25% em 2020. Ele também disse que o Cazaquistão precisa diminuir a distância entre cidades e áreas rurais. Para atingir esses objetivos, o governo implementará planos, como um novo modelo para financiar escolas, um projeto móvel para professores e a preparação multidisciplinar dos professores. Também está prevista legislação para proteger os direitos das mulheres e crianças.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia