Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 13 de agosto de 2019.
Dia do Economista .

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Argentina

Alterada em 13/08 às 17h27min

Honda anuncia que vai parar de produzir automóveis na Argentina a partir de 2020

O HR-V registra retração de 17,4%, com a venda de 4,1 mil unidades de janeiro a julho

O HR-V registra retração de 17,4%, com a venda de 4,1 mil unidades de janeiro a julho


HONDA/DIVULGAÇÃO/JC
Estadão Conteúdo
Um dia depois de o mercado financeiro reagir mal ao resultado das prévias das eleições argentinas, que indicaram o retorno do grupo político da família Kirchner ao governo do país, a japonesa Honda anunciou que vai parar de produzir automóveis na Argentina a partir de 2020, mantendo apenas a produção de motocicletas.
Um dia depois de o mercado financeiro reagir mal ao resultado das prévias das eleições argentinas, que indicaram o retorno do grupo político da família Kirchner ao governo do país, a japonesa Honda anunciou que vai parar de produzir automóveis na Argentina a partir de 2020, mantendo apenas a produção de motocicletas.
"A Honda Motor de Argentina S.A. (HAR), subsidiária da Honda na Argentina que, atualmente, produz motocicletas e automóveis, anunciou que irá descontinuar a produção de automóveis, o HR-V, em 2020 e, com isso, focar suas operações produtivas no segmento de motocicletas", diz o comunicado distribuído à imprensa.
Ainda segundo a montadora, "diante das abruptas mudanças da indústria automotiva ao redor do mundo, a Honda tem buscado reforçar a coordenação e colaboração inter-regional, otimizando a alocação e capacidade produtiva de automóveis globalmente".
A Argentina tem enfrentado queda na venda de veículos desde meado do ano passado. Em 2019, o tombo acumulado é de cerca de 50%. O HR-V registra retração de 17,4%, com a venda de 4,1 mil unidades de janeiro a julho.
A fábrica da Honda na Argentina, localizada em Campana, tem capacidade para produzir 30 mil carros em um ano, em dois turnos. Atualmente, vem operando em um turno apenas.
Consultada, a Honda disse que ainda não há uma confirmação sobre para onde será remanejada a produção do HR-V, um utilitário esportivo.
O modelo também é produzido no Brasil. Em 2019, é o 15º carro mais vendido no mercado brasileiro. Na sua categoria, está em quinto.
No Brasil, a Honda ainda conta com ociosidade em sua produção. A montadora tem duas fábricas no país, ambas no Estado de São Paulo, uma em Sumaré e a outra em Itirapina. Até 2018, quando apenas a de Sumaré operava, esta estava sendo totalmente utilizada. No início de 2019, quando a de Itirapina começou a operar, as duas passaram a dividir a produção. Cada uma tem capacidade de produzir 120 mil carros por ano em dois turnos.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia