Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 29 de julho de 2019.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

União Europeia

Alterada em 29/07 às 10h58min

Para indústria, Reino Unido e UE não estão prontos para Brexit sem acordo

Para a CBI, o governo britânico deveria retomar reuniões sobre o Brexit com líderes empresariais

Para a CBI, o governo britânico deveria retomar reuniões sobre o Brexit com líderes empresariais


Niklas HALLE'N / AFP
Estadão Conteúdo
A Confederação da Indústria Britânica (CBI, na sigla em inglês) publicou um relatório em que adverte sobre como nem o Reino Unido nem a União Europeia estão preparados para um Brexit sem acordo. No documento, a CBI delineia 200 recomendações para que ambas as partes acelerem as preparações, concluindo que "a UE está atrás do Reino Unido na busca por se prevenir contra os piores efeitos de um cenário sem acordo".
A Confederação da Indústria Britânica (CBI, na sigla em inglês) publicou um relatório em que adverte sobre como nem o Reino Unido nem a União Europeia estão preparados para um Brexit sem acordo. No documento, a CBI delineia 200 recomendações para que ambas as partes acelerem as preparações, concluindo que "a UE está atrás do Reino Unido na busca por se prevenir contra os piores efeitos de um cenário sem acordo".
A chefe do grupo para as negociações com a UE, Nicole Sykes, diz que "é como colocar sacos de areia no chão para uma enchente". "A sua cozinha ainda vai ficar debaixo d'água, mas talvez nós possamos salvar os quartos no andar de cima."
Para a CBI, o governo britânico, agora sob a batuta de Boris Johnson, deveria retomar reuniões sobre o Brexit com líderes empresariais e dedicar mais tempo para aprovar leis relacionadas a uma saída sem acordo.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia