Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 02 de julho de 2019.
Dia do Bombeiro Brasileiro.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Oriente Médio

Edição impressa de 02/07/2019. Alterada em 02/07 às 03h00min

Irã anuncia 1ª violação intencional de acordo nuclear desde assinatura

O ministro de Relações Exteriores do Irã, Javad Zarif, anunciou ontem que o país ultrapassou os limites do acordo nuclear para o enriquecimento de urânio, em um passo que marca a primeira violação intencional do pacto e que pode levar ao desmantelamento do tratado nos próximos meses.
O ministro de Relações Exteriores do Irã, Javad Zarif, anunciou ontem que o país ultrapassou os limites do acordo nuclear para o enriquecimento de urânio, em um passo que marca a primeira violação intencional do pacto e que pode levar ao desmantelamento do tratado nos próximos meses.
O consentimento iraniano a um estoque de no máximo 300 quilos era uma das apertadas restrições ao seu trabalho nuclear em troca da suspensão da maioria das sanções internacionais. Teerã diz que está desconsiderando alguns dos limites impostos pelo acordo porque os Estados Unidos se retiraram do pacto e reimpuseram sanções sobre o país persa.
Com a violação intencional do acordo, cresce a pressão sobre os signatários restantes do texto - França, Reino Unido, Alemanha, Rússia e China - para encontrar uma forma de salvar o pacto.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia