Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 21 de junho de 2019.
Dia do Mídia. Início do Inverno.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR| CORRIGIR

Reino Unido

Edição impressa de 21/06/2019. Alterada em 21/06 às 03h00min

Boris Johnson segue na frente para se tornar premiê

Boris Johnson é o favorito para substituir a primeira-ministra Theresa May

Boris Johnson é o favorito para substituir a primeira-ministra Theresa May


/BEN STANSALL/AFP/JC
Com 157 votos de 313 deputados, o ex-chanceler britânico Boris Johnson aumentou, nesta quinta-feira, sua liderança frente aos outros candidatos na quarta rodada de votações para a liderança do Partido Conservador. Pró-Brexit, Johnson é o grande favorito para substituir a primeira-ministra Theresa May e, caso saia vencedor, deverá concluir as negociações a respeito da saída do Reino Unido da União Europeia (UE). O ministro do Interior, Sajid Javid, foi eliminado - ele obteve 34 votos.
Com 157 votos de 313 deputados, o ex-chanceler britânico Boris Johnson aumentou, nesta quinta-feira, sua liderança frente aos outros candidatos na quarta rodada de votações para a liderança do Partido Conservador. Pró-Brexit, Johnson é o grande favorito para substituir a primeira-ministra Theresa May e, caso saia vencedor, deverá concluir as negociações a respeito da saída do Reino Unido da União Europeia (UE). O ministro do Interior, Sajid Javid, foi eliminado - ele obteve 34 votos.
Agora, os deputados decidirão quem, entre o ministro das Relações Exteriores, Jeremy Hunt, e o ministro do Meio Ambiente, Michael Gove, enfrentará Johnson em uma votação final. Na quarta fase, Gove teve 61 votos e Hunt, 59.
O vencedor será o novo líder do Partido Conservador e premiê, cargo ocupado até então por May. Ela se viu obrigada a renunciar diante da incapacidade de convencer o Parlamento britânico a aprovar o acordo negociado com a UE.
Inicialmente previsto para 29 de março de 2019, o Brexit foi decidido por 52% dos votos em um plebiscito em 2016. Teve de ser adiado duas vezes, e a atual data fixada para a saída é 31 de outubro.
 
COMENTAR| CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia