Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 22 de janeiro de 2020.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Japão

03/06/2019 - 11h04min. Alterada em 03/06 às 11h04min

Japão amplia setores em que graduados estrangeiros podem trabalhar

O Ministério da Justiça do Japão vai permitir que estudantes estrangeiros que se formam em cursos de graduação e pós-graduação em universidades nipônicas ocupem empregos no setor de serviços do país, tal como em restaurantes. A medida entrou em vigor no dia 30 de maio.
O Ministério da Justiça do Japão vai permitir que estudantes estrangeiros que se formam em cursos de graduação e pós-graduação em universidades nipônicas ocupem empregos no setor de serviços do país, tal como em restaurantes. A medida entrou em vigor no dia 30 de maio.
Anteriormente, estudantes estrangeiros que buscavam trabalho no Japão só podiam se candidatar a empregos relacionados à área que estudaram.
Mas com a falta de trabalhadores em restaurantes e lojas devido ao crescente número de turistas estrangeiros, o ministério decidiu incluir a indústria de serviços na lista de vagas abertas a graduados estrangeiros.
Para se candidatarem, eles têm de obter o nível mais elevado no teste de proficiência em língua japonesa. Aqueles que se qualificarem podem obter um visto para trabalhar no Japão por até cinco anos.
Agência Brasil
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia