Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 17 de abril de 2019.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Investigação

Alterada em 17/04 às 10h56min

Ex-presidente do Peru tenta se matar antes de ser preso por caso Odebrecht

Alan García foi encaminhado para hospital e passa por operação

Alan García foi encaminhado para hospital e passa por operação


Cris BOURONCLE /AFP/JC
Estadão Conteúdo
O ex-presidente do Peru Alan García tentou se matar na manhã desta quarta-feira (17), com um tiro na cabeça quando policiais chegaram em sua residência, na capital do país, para prendê-lo por conexões com uma investigação sobre suborno no caso Odebrecht, informou seu advogado.
"Esta manhã aconteceu este acidente lamentável: o presidente tomou a decisão de atirar", disse Erasmo Reyna na entrada do Hospital de Emergências Casimiro Ulloa, em Lima. O hospital indicou que García, de 69 anos, tem "um ferimento de bala na cabeça" e está sendo operado.
A informação de que o ex-presidente - que comandou o Peru de 1985 a 1990 e de 2006 a 2011 - havia tentado tirar a própria vida foi divulgada mais cedo por fontes policiais que pediram para não ser identificadas.
Imagens de emissoras locais de TV mostraram o filho do ex-presidente e apoiadores chegando ao hospital. A polícia fez um cordão de isolamento para garantir a segurança no local. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia